Fórum de RPG sobrenatural.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
Natasha Sestari

avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 21/03/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Sab Jun 10, 2017 7:21 pm




A festa estava incrível, como eu já havia ouvido muitas pessoas falarem, não tinha muito tempo que eu estava no instituto e não tinha outras para usar como comparação, mas sejamos sinceros que eles estavam fazendo um ótimo trabalho para uma primeira impressão.

Mas vamos combinar que para uma pessoa propensa a ser desastrada, ambientes cheios como festa não eram os melhores lugares, e dito e feito, no meu caso a vítima que tomou um banho com meu suco de abacaxi foi Hollie, uma garota que logo descobri, havia acabado de chegar ao instituto, eu estava tentando melhorar a ideia dela, tentando dar uma melhor primeira impressão do que havia acontecido ali.

Estávamos conversando quando um garoto, Matthew logo se apresentou e começamos a conversar, o garoto estava se mostrando uma companhia bastante agradável, não demorou para que ele me chamasse para tomar algo com ele, logo Hollie falou que eu podia ir e ela não ficaria chateada de ficar ali sozinha por um tempo, garanti para a garota que não demoraria a voltar e depois eu terminaria de falar um pouco do instituto pra ela.

- Vamos lá então! - Matthew falou oferecendo o braço e não demorou muito tempo para que eu segurasse o braço dele e logo nos aproximamos da mesa, com algum custo já que as pessoas estavam dançando como loucos por ali.

- Acredito que não seja uma dama de beber algo muito forte? Acertei? - ouvi ele perguntar e abri um sorriso, os adultos não seriam loucos de servir bebida alcoólica para vários adolescentes sobrenaturais, afinal, isso poderia causar muitos problemas para todos ali.

- Acho que um suco de Morango está ótimo pra mim. - falei com um sorriso divertido, não que eu nunca tivesse bebido antes, mas confesso que já bebi muito pouco, não era uma pessoa fã de bebidas alcoólicas, a única coisa que eu gostava era champagne, mas as bolhas faziam cócegas na minha boca.

- Tome... - peguei o copo que ele me entregava enquanto se desviava de uma garota que passava correndo quase o derrubando - Tem que ter cuidado nessas festas... - ele falou com um sorriso nos lábios.

- Isso é normal, mas acho que você precisa tomar cuidado com sua companhia atual, pergunte a Hollie, ela já foi vítima do meu talento para ser desastrada. - falei com um sorriso sem graça nos lábios - mas vou me esforçar para não te dar um banho de suco... - falei mostrando a língua para o garoto em seguida levando o copo aos lábios, descobrindo que apesar da cor rosa eu não fazia ideia do que aquele suco era feito, mas era bom.

- Está gostando (ou gosta) do instituto? Qual seu dom? - ouvi ele perguntar e sem seguida parecer um pouco sem jeito com a pergunta, como se tivesse receio de ter sido muito direto com a pergunta.

- Conheço pouca coisa do instituto, no ano passado só frequentei uns 3 meses, mas já me ajudou um pouco a ter mais controle das coisas que consigo fazer - falei com um sorriso olhando para o garoto me concentrando no copo na mão dele e vendo a bebida dele mudar de cor de rosa para um tom escuro próximo ao de café - Consegue adivinha com essa pequena ajuda? - perguntei sorrindo e apontando para o copo dele, vendo ele ficar surpreso ao perceber que a bebida não era mais rosa - E você? O que consegue fazer? - perguntei passando meu braço pelo dele e voltando a andar, já que um grupo de garotos se aproximou da mesa e ficava gritando apontando para onde estávamos.


Post: 005 • Falou com: Matthew • Citou: Amigos do Matthew • Usando: IssoLocal: Fogueira • Obs: Se quiser que edita algo é só falar
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tyler Stycks

avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 12/02/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Dom Jun 11, 2017 12:35 pm

"I can't take my eyes off you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes"

Levando um fora!



Eu queria pegar aquela gatinha bonita e colocar em meus ombros antes que ela tivesse tempo de recusar minha proposta. Eu nunca tinha ouvido um não de uma garota em toda a minha vida, quer dizer, eu tinha, mas apenas quando uma menina que eu namorei por duas semanas chamada Melody, queria fazer c* doce.
Não que esse fato contasse para alguma coisa, obvio. Eu nem gostava de Melody mesmo, mas ela era gostosa, se é que me entende.
Kitten chocada com o meu pedido se engasgou e acabou por cuspindo todo seu suco de morangos em minha camisa branca.
Por um momento imaginei ela gargalhando da minha cara e dizendo “idiota você acha mesmo que eu sairia com alguém como você? ”, mas ela parecia chocada.
- AI CEUS QUE VERGONHA! Me desculpe por isso.
Ela olhava para todos os cantos como se procurando uma saída. Ela não tinha rido da minha cara descaradamente, mas parecia estar com pena de mim procurando uma desculpa para se livrar de mim.
- Tudo bem eu nem gostava dessa camisa mesmo.

Na verdade, era a minha favorita, pois foi uma das enviadas pela minha mãe quando me mudei para a mansão Dumonth.
Suspirei já preparado para a decepção que viria quando ela me negasse, mas não pude deixar de ficar chateado quando ela fez exatamente isso.
- Obrigada Tyler, eu agradeço o convite, mas eu não estou saindo em encontros no momento. E como você disse eu não te conheço, e se você quer me conhecer melhor, a melhor forma de fazermos isso é sermos amigos. Se você quer uma amiga tudo bem, mas não estou saindo em encontros.    
Então ela sorriu um sorriso bonito, quase como se para diminuir o impacto.
- Claro, amigos porque não.
Eu sei que soava decepcionado, e parecia uma criança birrenta, mas a verdade é que eu não sabia lidar com esse tipo de situação. Eu nunca tinha sido atraído por alguém assim a primeira vista como aconteceu com aquela menina Katherine.
Ela cortou meus pensamentos quando falou de novo.
- Eu posso tirar a mancha se você quiser. No meu dormitório eu tenho uma pocão que minha mãe fez, é um perfeito anti-manchas. Apenas 5 minutos e ela estará nova.
Olhai para a minha camisa, percebendo novamente a mancha nela, coisa que já tinha sido esquecida com sua negativa a sair comigo.
- Não precisa, mas obrigada mesmo assim Katherine.

Foi quando percebi que a banda tinha feito uma pausa e Luke falou algo com James e saiu descendo do palco improvisado. Merda ela parecia tenso, mas infelizmente eu não tinha pique para aprontar nenhuma hoje e deixar ele de bom humor. A noite tinha azedado a tal ponto que eu só queria um pouco do sangue abastecido no frigobar do meu quarto e me deitar.
- Se não se importa Katherine, eu vou indo, estou um pouco cansado e como sou novo em ser vampiro, estou um pouco sobrecarregado.
Coloquei meu copo ainda cheio na mesa.
- Boa noite e boa festa. Te vejo por ai amiga.
Dei um beijinho no rosto dela sentindo seu cheiro gostoso e me virei em caminhei rm direção Luke que tinha a expressão tão azeda quanto a minha. Eu pretendia avisar que ia para o dormitório.
- Ei cara que bicho te mordeu?

Post: 004 xxx Falou com Kitty e Luke xxx Musica: The blower´s daughter - Damien Rice
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jake Robinson

avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 23/04/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Seg Jun 19, 2017 2:51 pm

Minha princesa brigadeiro não tem noção da saudade que senti dela. E nem da grande besteira que ela falou e como isso me magoa. Se ela apenas soubesse que na verdade eu fiquei trancado em casa chateado o verão todo, morrendo de saudade dela, ajudando minha avó e jogando meus games para me distrair, ela não falaria uma coisa dessas. Minha vó até achou que eu estava doente e quase que a velha me manda pro hospital! Sem exagero, cara, minha vó tá cada vez mais maluca!

Aquilo me doeu então eu fechei a cara e dei uma bronca nela. Talvez eu tenha exagerado na bronca, não sei, mas ela fez uma cara assustada e foi logo dizendo...

Fel escreveu:
-  Me desculpe pudinzinho, não queria te magoar! Tenho tanto medo de te perder! Esqueça o que aconteceu, o que eu falei! Vamos curtir a noite!  

Olhei pra ela assim meio de lado. Estava chateado, mas a saudade do meu bombom de amor era ainda maior. Fim um "humf" dando uma levantadinha no queixo como quem diz "tá bom vai". Afinal não consigo ficar chateado com a minha linda por muito tempo. Peguei na cintura dela de novo e conduzi a dança outra vez. Ainda meio chateado falei de maneira mais suave, tentando ser o mais doce possível com ela.

- Tudo bem vai... mas você precisa parar com essa mania. - peguei no queixo dela e a fiz olhar pra mim - A essa altura você já deveria saber o quanto te amo, e essa sua insegurança me magoa. E se quer saber... - falei me empertigando - Meu verão foi um inferno aturando as maluquices da minha vó e com saudades de você! Humf

Ainda dançando ao ritimo da música e sem coltar minha princesa, perguntei.

- E você, o que fez no verão?


|Falei com Fel, ainda chateado, mas começando a ficar de boas de novo|
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexa Rousseau

avatar

Mensagens : 10
Data de inscrição : 05/03/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Qua Jun 21, 2017 8:35 am


Um pedacim pra cada esquema


"Eu nunca quis seu coração
Amor demais só dá problema, não, não
Mas você pode ser, então
Um pedacim do meu esquema
Só um pedacim"


Quando abracei o corpo molhado do Law, ouvi ele soltar uma piada sobre eu querer ver ele sem camisa. Revirei os olhos para aquilo porque eu já o tinha visto sem camisa em diversas ocasiões nas aulas de combate.
- Non mon amour, se eu quisesse te ver sem camisa o levaria ao meu quarto e não em uma pista de dança.
Com um feitiço simples estávamos limpos novamente e me aconcheguei no calor dele. Ele cheirava gostoso agora, como Law, nenhum resquício do perfume de vadia que estava me deixando enjoada antes.
Escondi o nariz em seu pescoço e respirei o cheiro único dele, e se eu fosse um shifter gato como a Kitty teria com toda a certeza ronronando naquele momento.
Ele me abraçou mais apertado tornando o momento mais confortável ainda.
O momento foi quebrado quando ele alcançou meu rosto e o levantou.
Law escreveu:
- Assim é bem melhor... Então, onde tínhamos parado? Ah sim…
Ele inclinou meu corpo para trás e segurou minha nuca, o movimento me desequilibrou um pouco, por isso foi total surpresa quando os lábios macios dele caíram no meu.
Eu nem pensei duas vezes, antes de deslocar minhas mãos até o pescoço dele me pendurando e retribuindo beijo com tudo o que eu tinha.
E daí que o Lawrence é um galinha sem medidas?
E daí que assim que ele me deixasse essa noite, ele logo partiria para a próxima?
O garoto era bom pro ego, e era isso que importava.
O beijo estava gostoso, mas logo eu senti o gosto de gloss de morango e eww, que enjoativo.
Tinha me esquecido por um momento que não fui a primeira da noite para ele, não que isso fosse um problema, óbvio, ele não seria meu único também, mas eu não posso deixar isso passar.
Separei nossos lábios por um momento e dei um tapa no seu rosto.
- Non me beije depois de ter beijado vadias nunca mais ok? Esse gosto de gloss barato é horrível!
Abracei ele de novo e voltei a beijá-lo com tudo o que eu tinha, e com nossos corpos grudados pude ver o quanto meu beijo o estava agradando.
Mordi de leve seu lábio inferior, e suguei em seguida para aliviar a picada.
- Hum, até que você não é um mau beijador, mas tem muito a melhorar.
Dando um ultimo beijo demorado na boca dele, me puxei fora de seus braços e apertei sua bochecha como uma mãe faz ao seu bebê.
- Estou cansada. Obrigada pela dança cher! Te vejo no café da manhã e te dou umas aulas de beijos ok? Ah e não se esqueça de levar meus livros docinho!
Virei de costas saí andando para fora dali com um balanço extra em meus quadris, o deixei parado na pista de dança sem pensar duas vezes.
Eu precisava de espaço para encarar o que tinha acontecido ali, mas se eu pensasse bem mesmo, veria o quanto seria legal deixar Lawrence “galinha” Mcmillan de joelhos.



EDIÇÕES AVISEM

Falou: Lawrence.

Citou Kitty

Vestida: Assim

Music: Nego do Borel - Você Partiu Meu Coração ft. Anitta, Wesley Safadão



No MORE!



Voltar ao Topo Ir em baixo
John Goode

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 04/02/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Qua Jun 21, 2017 11:26 am

A noite realmente havia reservado uma grande surpresa para John. John sempre gostou do início dos anos letivos, pois era muito bom pra ele ver seus alunos e novos alunos naqueles momentod de descontração tão importantes.

Porém, mesmo toda alegria dos alunos, John não era 100% feliz. Toda vez que saia em busca da irmã, com todo o peso de sua culpa nas costas, e não conseguia encontrá-la, voltava com uma tristeza cada vez maios nos olhos.

Quando estava começando a acreditar que jamais veria a irmã novamente, a Vida a colocou bem diante dos seus olhos. Então sim, aquela era, definitivamente, uma noite muito feliz.

Não acreditando na benção que havia recebido, John abraçou a irmã diversas vezes. A apresentou para algumas pessoas, com orgulho, e então todos souberam que ele finalmente havia encontrado a irmã que procurou por tantos anos.

Em seguida, Cordélia puxou John para irem falar com Charlotte. Quem diria que a diretora encontraria sua irmã para ele? Obvio que ele teria que agradecer, e nunca haveria agradecimento o suficiente.

-Charlotte... eu não tenho palavras para agradecer. Você não imagina o bem que me fez. Encontrar minha irmã era tudo o que eu queria, e devo tudo isso a você! Conte comigo sempre e para sempre, no que precisar. - os olhos de John brilhavam de felicidade e emoção e suas palavras eram completamente sinceras.

Logo John e Charlotte se afastaram para conversar melhor. Ao longe era possível ouvir a alegria da festa e alunos se divertindo, gritrando, cantando e dançando. O coração de John era pura alegria. Cordélia então pediu que John contasse tudo.

- Oh, minha irmã... eu nem sei por onde começar... - logo o olhar de John ficou triste novamente, um tanto sombrios - Eu me arrependi tanto de ter brigado com você... e por uma besteira. Tinha medo que você se afastasse de mim por causa de uma paixonite, e acabei eu mesmo afastando você de mim. No momento em que percebi o que tinha feito comecei a te procurar. Vim parar aqui no instituto onde comecei a lecionar, mas todos os anos, sempre que podia, parti em viagem para te procurar em diversos lugares... - ele olhou pra irmã com olhos de súplica - Você me perdoa?


Falou com Charlotte e Cordélia
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aiden King

avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 08/03/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Qua Jun 21, 2017 4:54 pm

Aiden King

Eu odiava o primeiro dia no Instituto e por isso nunca participava da reuniao de Boas Vindas. Era sempre a mesma coisa de sempre, mesmas palavras, mesmos rostos, e os poucos novatos que tinham a grande maioria dos Lobisomens já conheciam o sobrenome King e por isso quando descobriam que eu nao era um lobo fazia cara de curiosidade ou decepção;

É eu sou um King, primo de segundo grau do Alfa da Matilha de Nova Orleans, mas eu não sou um lobisomem, na verdade sou um Fae. Minha familia odeia a familia de Maverick por achar que ele tomou o lugar que deveria ser do meu pai como Alfa (longa historia), mas eu não o odiava, pois apesar de eu não ser um Lobisomem ele acabou me aceitando melhor do que meus parentes e por isso nas ferias eu acabo passando um tempo na casa dele, longe do inferno que é minha familia realmente, não que eu fosse  realmente bem  aceito lá se eu voltasse.

Enfim,  quando a noite chegou eu sai do meu quarto e segui até a fogueira. Eu estava sobrio o suficiente para poder participar, já tinha levado uma bronca de Charlotte antes do final do ano, eu tinha prometido que tentaria, mas infelizmente nem ela e nem ninguém poderia me ajudar realmente,  não é falta de tentar, há 3 anos tenho tido aulas extras com ela e com necromantes, mas meu dom não é muito conhecido e não descobrimos ainda um botão de liga e desliga, se existe um eu vim com defeito. Novidade!

Dei uma circulada pela festa e já tinha bastante gente dançando, alguns conversavam como se estivessem se conhecendo agora, mas era facil de reconhecer as panelinhas de amigos antigos.Procurei para ver se encontrava Tori mas não a vi em lugar algum, cumprimentei algumas pessoas com aceno de cabeça, mas evitei conversas longas, eu precisava de uma bebida e torcia para alguém ter batizado alguma, assim a culpa não seria minha e eu conseguiria parar de ver e ouvir os que ainda não fizeram a passagem.  Odiava quando eles me chamavam de Filho da Morte. Se eu fosse realmente, ela era tão pessima mãe como a minha biologica. Estava com esses pensamentos quando comecei a me servir um copo de ponche de frutas vermelhas quando alguem pediu licença. - NÃO TA VENDO QUE CHEGUEI PRIMEIRO? - Eu falei de forma ríspida antes de me virar e me deparar com uma linda loira de sorriso doce que logo morreu e virou um olhar surpreso e expressão indignada. Eu não sabia quem ela era, mas obviamente era novata apesar de não parecer tão nova. Eu estiquei meu copo de ponche para ela com um sorriso de desculpas   -  Me desculpe, achei que era um dos idiotas do primeiro ano. Para a senhorita pelo meus maus modos...mas normalmente quando uma pessoa está parada na mesa de bebidas ela está querendo uma, então...efim... - É,  sou péssimo me desculpando.


Informações sobre o Post
falei com: KATE DREYER

@FAE
@ Ancora dO Submundo
@19 Anos
credit: avaland
[/quote]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pennelope Preston

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 25/03/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Qua Jun 21, 2017 7:33 pm



Pennelope Preston

"É Lady Pennelope pra você! Okay?"


Eu acabava de fazer um comentário maldoso e nada como me sentia sobre os cachorros tocando e sanguessugas rosnando quando minha melhor amiga afirmou que eles era um gostosos.

Merda eles são. Sério. Realmente, mas pelo Destino se alguns dos puxa sacos dos meus pais me ouvirem dizendo isso, assim só revirei os olhos para Sophie e informei ela de nosso missão importante de trazer Dec de volta para o rebanho.

Sophie então deu voz em todos os nossos maiores medos quando especulou que nosso amigo de infância poderia não ter voltado para nós esse ano.

- Ele não vai se atrever a fazer isso com você Sophie, nem comigo. Não quando ele sabe o quanto precisamos dele. Ele também sabe que eu iria atrás dele no buraco que ele estiver escondido o que vai ser bem pior para ele.

Sim eu iria atrás do merdinha sem noção se ele se atrevesse a nos deixar.

Com esse pensamento segui no meio da multidão a procura do sem  noção do nosso melhor amigo. Foi quando reparei um garoto na beira da fogueira brincando com fogo.

De início o que me chamou atenção, foi vê-lo brincando com o fogo como se nada pudesse o machucar no mundo. Eu daria tudo para poder simplesmente manipular o fogo daquele jeito, o que me fazia uma cadela invejosa.

Foi quando olhei para o garoto e nossos olhos se encontraram. O Fae que brincava com fogo era gatíssimo, e pelo Destino eu acabará de achar minha diversão pelo resto do ano bem ali.

Ele sorriu e eu imediatamente retribuí o sorriso e dei uma piscadinha.

Foi quando Sophie comentou sobre eu ter um admirador bonito.

- Sim amiga, agora o gatinho também tem uma admiradora em mim. Mas primeiro o mais importante…

Desviei os olhos do garoto procurei pelo Fae idiota que nos deixou, o encontrando encostado em uma árvore nas sombras tomando algo de um cantil com uma groupie falando próximo a ele. Ele nem dava atenção a ela, mas isso não impedia ela de tentar.

Bêbado idiota!

Puxei Sophie e já fui toda mãe para cima dele.

- Declan Scott Parrish, acho melhor você resolver sua merda.

Olhei para a garota de cima a baixo e ela me olhou assustada, já reconhecendo quem eu era. Sim vadia eu sou a Mensageira da Morte.

- Vaza!

A menina foi sem pensar duas vezes e pude ouvir Sophie e Declan rindo.

Bati no peito de Declan.

- Nunca mais se afaste de nós desse jeito, eu vou atrás de você no inferno se eu tiver que ir.

O abracei e senti lágrimas picarem meus olhos, logo puxei Sophie para o abraço tripo.

Me afastei dos dois, os deixando abraçados.

- Agora se acertem logo para que possamos voltar a sermos nós, e Declan se você teimar vou trancar você com ela em algum lugar.

Eu sei que precisávamos conversar e tentar salvar o Declan das garras do monstro, mas o mais importante agora era ele e Sophie se acertarem. Por isso me afastei um pouco dando espaço aos pombinhos.


Falou com Sophie, Declan e mandou a vadia vazar xxx Paquerou o Fae gatinho Caleb  xxx Vestida assim
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jane Clifford

avatar

Mensagens : 5
Data de inscrição : 06/04/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Qua Jun 21, 2017 7:42 pm

Making new friends...


Sabe o que é mais legal de estar em um palco? A energia trocada com a plateia. Por mais que eles mal olhem pra gente, tem uma troca de energia bacana. Quando eu todo as notas graves do baixo, sinto uma conexão direta com meu coração, com minha alma. Música é uma das coisas mais bonitas que me aconteceram desde que vim parar no instituto com meu irmão. É como se a música me ajudasse a esquecer, a fugir do passado horrível que tivemos.

Enfim, o show correu otimamente bem. Fizemos o público dançar e até a cantar em alguns covers que levamos. A menina nova conseguiu se adaptar bem a nós e nós a ela. Pelo menos tecnicamente falando. Ao terminar o show eu estava desplugando meu baixo e arrumando os fios e o pedal quando vi Jake e James meio que disputando a atenção da menina nova. Rolei os olhos e sacudi a cabeça mas não me meti. Haja paciência pra imaturidade desses garotos.

Roxanne conseguia se virar bem com os caras pelo visto. Não demorou muito e ela veio até mim deixando os dois bobões pra trás. Se apresentou como Roxie e pediu desculpas por não ter dado muita atenção antes do show. E aí foi elogiando minhas habilidades com o baixo o que me fez sorrir de leve.

- Prazer. Sem problemas, sei como é a ansiedade pré-show, ainda mais que você foi pega de surpresa... - disse me referindo ao fato de ela não estar sabendo que tocaria conosco aquela noite. Nem mesmo eu sabia. Às vezes me setia como se não participasse da banda de fato, já que não me pediram opinião sobre algo tão importante assim. Anyway, a culpa não era dela. - Foi uma surpresa pra mim também, sabe? Não sabia que iria tocar conosco. Mas fico feliz que tenha dado tudo certo. Você também manda muito bem, como uma verdadeira pro. Se não fisse assim, acho que não teria dado tão certo.

Falei sorrindo enquanto guardava meu baixo na capa, fechando o ziper. Fiquei de pé novamente, coloquei o baixo no ombro e perguntei.

- E aí, o que está achando até agora do Instituto?

_________________________
Falei com Roxanne. Citei Luke e James


Última edição por Jane Clifford em Seg Jul 10, 2017 7:37 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Declan Parrish

avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 28/03/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Qui Jun 22, 2017 8:42 am


Reencontrando elas

I love Sophie


O verão em casa foi definitivamente um inferno.
Não só pelo fato de eu não ter notícias de minha irmã por um tempo, e não conseguir saber se ela precisava de mim, não foi também porque eu levei pelo menos cinco surras por semana do meu pai nesse tempo.
O inferno maior foi tentar me manter afastado das meninas Sophie e Penny para não trazê-las ao meu calvário.
Minhas meninas mereciam mais do que minhas merdas e do meu pai fodido, assim evitei a todo custo contato com elas.
Esse fato parece ter deixado meu pai mais furioso ainda, porque o maldito conta com meu relacionamento com Sophie para o salvar-lo de suas dívidas, já que ele não pode ter acesso a herança que nossa mãe deixou para mim e para Stacey.
Ele acha que nosso casamento, vai trazer a riqueza de volta à sua porta, infelizmente para ele, eu e Sophie não somos uma transação comercial, eu amo aquela garota desde que eu me entendo por gente e vou morrer de suas surras antes que o permita usar ela dessa forma.
Além de ir colocar minhas coisas no dormitório, eu evitei ser visto durante todo dia pois sabia que Sophie e Pennelope não deixariam meu sumiço pra lá.
Eu tive sucesso. Até agora!
Estava tentando me esconder nas sombras e aproveitar a vodka que estava no meu cantil quando essa bruxa loira veio me apurrinhar.
Um homem não pode ficar só com sua bebida? Aparentemente não, já que a garota Mindy, Melody, Mandy ou o que seja não para de falar sobre uma tal festa em que nos encontramos antes.
A voz irritante dela já estava me dando uma puta dor de cabeça.
Fui salvo pelo gongo quando vi minhas duas loiras favoritas vindo em minha direção. Pennelope parecendo mais brava do que minha mãe quando eu e  Stacey aprontamos.
Ela foi logo me mandando arrumar minha merda e mandando a garota ao qual no lembro o nome vazar.
Dei risada aliviado que finalmente a bruxa chata estava indo embora, mas um pouco tenso pelas meninas estarem aqui.
Foi quando coloquei meus olhos sobre ela e o resto do que estava sendo dito e feito se perdeu.
Penny me abraçou e puxou Sophie com ela e automaticamente eu me agarrei as duas, soltando um gemido dolorido, já que seu aperto me lembrou das costelas quebradas e ainda não curadas que meu pai me deu esta manhã.
Pennelope se afastou nos mandando nos acertar e não tinha nada mais que eu queria fazer.
Continuei abraçado com Sophie mesmo com minhas costelas rangendo.
Senti seu cheiro e automaticamente voltei para casa. Beijei seus cabelos louros a apertando mais contra mim.
- Minha Sophie! Você está aqui, tão linda como sempre!
Eu nem sabia o tamanho da minha saudade até ter Sophie junto comigo de novo.

XXX Falou com Sophie XXX Citou Penny, Stacey e Pai XXX Vestido assim XXX
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sophie Dellamare

avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 19/04/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Qui Jun 22, 2017 11:43 am




► Sophie Dellamare ◄

----------- I Love Declan ----------


Quando Penny me puxou para o abraço entre ela e Declan e eu senti o braço dele passar por minha cintura com uma forte pegada, eu senti meu peito se encher de amor, eu os amava como meus, ela era a irmã que eu havia adotado e ele era minha alma gêmea. Enquanto ele nos abraçavas o gemido abafado de dor dele não me passou despercebido, e eu odiei aquele homem que ele chamava de pai. Eu tinha planos para tirar Declan de lá logo e por isso iria precisar de Stacey.  

Como uma mandona que só ela conseguia ser, Penny deu uma bronca em Declan como uma mãe faria com um filho fujão e então nos deixou a sós para nos resolvermos. Eu ainda estava tensa nos braços de Declan com medo que ele me afastasse assim que Penny fosse para longe, mas ao contrario ele me apertou mais forte e eu tomei cuidado para não machucá-lo mais, enquanto eu o abraçava eu esquentei minha mão levemente, usando meu dom de cura, eu sabia que ele ia sentir a área esquentar e adormecer a dor.

Quando ele beijou meus cabelos e me chamou de “Minha Sophie” eu sabia que nenhuma vadia roubaria meu lugar em seu coração, por mais que outras vadias frequentasse sua cama. Nesses momentos eu queria odiá-lo apenas pela possibilidade, mas o amor que eu sentia por ele era tão cego que não me permitia odiá-lo mesmo que ele quebrasse meu coração. Ele era sem dúvida alguma minha maior fraqueza.

Eu estava com o rosto encostado em seu peito e apenas levantei minha cabeça para fita-lo, encontrando os olhos azuis claros como uma manhã ensolarada de domingo – Eu senti tanto sua falta – eu disse em um sussurro antes de levar meus lábios até o dele e o beijar.

Sentir os lábios dele junto ao meu faziam toda a dor que eu sentia em minha alma ser levado embora como uma nevoa que se dissipa com a chegada do sol.  Todo medo de perde-lo ia embora enquanto minha língua se encontrava a dele e meu corpo se encaixava ao dele como da primeira vez. Meu coração estava em sobressalto batendo acelerado e foi preciso muita força de vontade para me afastar dele, mas a preocupação era maior do que minha saudade e desejos. Eu coloquei minha mão levemente no peito dele e então lentamente afastei meus lábios do dele e usei o braço para por uma pequena distância entre nós, como uma maneira de não permitir que meu corpo me traísse. Eu o fiquei e percebia que ele estava tão mexido quanto eu, eu abri um leve sorriso de satisfação com essa constatação – Vamos para algum lugar mais reservado – eu apertei os lábios levemente fazendo uma leve pausa – Eu preciso cuidar de você. - completei com um sussurro, mesmo que alguém nos ouvisse acharia apenas que eu queria privacidade para continuarmos nos agarrando, mas ele saberia do que eu estava falando, e saberia que não adiantaria mentir para mim.


------ SOPHIE PARRISH DELLAMERE ------
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pietro Lionhart

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 28/02/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Dom Jun 25, 2017 11:12 am






PIETRO

LIONHART




Eu não queria outra coisa além de levar Millie para a pista de dança e por isso fazendo o melhor olhinhos de gato perdido na mudança  eu perguntei se ela queria dançar comigo. Obviamente que minha gatinha brava não diria sim de cara sem antes eu levar alguns arranhões.

Eu a levei para o meio da multidão que dançava e então a puxei junto de mim, ela era pequena e delicada como uma boneca, mas se encaixava perfeitamente em minhas mãos e meu corpo. Eu a segurei junto de mim e então ela colocou o rosto encostado em meu peito e nesse momento eu tinha certeza que meu coração batia tão forte e rápido como uma bateria em um show de Rock.

Quando a musisca acabou ela agradeceu e disse que nunca tinha dançado assim com ninguém, em partes eu fiquei feliz com essa informação, pois ela teria sempre essa lembrança comigo. Eu olhei para ela e respondi de forma sincera -    Acredite não estou fazendo isso por conta do Ax...      - eu não a soltei do meu abraço, não a deixaria fugir de mim -  E como é sua primeira dança lenta...eu acho que ganho o direito de ter mais uma, para que você não se esqueça.        -

Antes que ela pudesse dizer não, eu a puxei mais próximo de mim e foi nesse momento que a banda começou mais uma música e dessa vez foi Kiss Me (Ed Sheeran) e era como se o Destino estivesse enviado aquela música especialmente para nós, pois era tudo o que eu queria dizer para ela.  Eu sentia o coração dela contra o meu peito, os lábios tão próximos a mim e tudo o que eu queria era sentir o gosto daqueles lábios novamente, aquele gloss de cereja que ela usava, tinha se tornado meu sabor preferido do planeta.

Enquanto dançávamos eu comecei a sussurrar a musica em seu ouvido
Settle down with me
And I'll be your safety
You'll be my lady

I was made to keep your body warm
But I'm cold as the wind blows so hold me in your arms

And your heart's against my chest
Your lips pressed in my neck
I'm falling for your eyes
But they don't know me yet
And with a feeling I'll forget
I'm in love now

Kiss me like you wanna be loved
You wanna be loved
You wanna be loved
This feels like falling in love
Falling in love
We're falling in love

( https://www.vagalume.com.br/ed-sheeran/kiss-me-traducao.html )

Quando a musica acabou eu continuei dançando com ela mesmo sem som, e então quando ela levantou aqueles olhos curiosos para mim, e eu não hesitei mais e colei meus lábios ao dela.



Citação :
jocolor Falei com: Minha musa linda LUDMILLE <3
Vestindo: to lindão ASSIM


       


Eu o bonitão irresistível me apresentando ✖ listening: SexyBack
by Justin Timberlake ✖ tks, clumsy!


Voltar ao Topo Ir em baixo
Katherine Davenport

avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 23/03/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Dom Jun 25, 2017 2:38 pm







Kitty Davenport






Já ouviu dizer que gatos são serem completamente desconfiados? Eles primeiros vão desconfiar de tudo e de todos, é necessário ganhar sua confiança para que eles permitam que alguém se aproxime e só depois de muito tempo baixam a guarda e daí confiam em você e então serão leal a você por toda sua vida. Infelizmente ser um shifter gato trazia uma dessas características e por isso eu sempre desconfiava das pessoas, e não fazia amigos com facilidade.

Por esse motivo quando Tyler disse que queria me convidar para um encontro, eu simplesmente dei dois passos para trás e disse que agradecia o convite, mas que era melhor sermos amigos para nos conhecermos melhor. Porém eu percebi que não era a resposta que ele queria e por isso o sorriso logo morreu e ele me tratou de forma fria. Eu estava certa, era apenas um desafio, ele deveria apenas querer ganhar pontos pegando uma veterana.

Eu tinha oferecido tirar a mancha da camisa dele, prometi que não demorava muito, mas então ele disse que não precisava e se despediu me chamando de Katherine...Para quem até dois segundo atrás estava me chamando de Kitty e querendo ser meu amigo e sair comigo, foi uma mudança brusca e isso me deixou muito chateada. Eu ajeitei meus óculos no rosto enquanto desviava o olhar e respondi tentando não demonstrar minha chateação -     Boa noite Tyler...novamente, seja bem vindo.      -

Eu vi ele se afastando e indo até Luke Sinclair, então ele não estava indo embora realmente, apenas se afastando de mim.  Desviei o olhar e vi uma cena que foi uma surpresa total para mim, Alexa e Lawrence se beijando, e mais adiante vi  Felicity e Jake conversando.

Então como uma gata machucada, eu queria ficar sozinha para lamber minhas feridas e por isso eu sai da festa de forma discreta, indo diretamente para o meu dormitório.






Kitty Davenport
#Falou: Tyler
#Citou: Alexa, Lawrence, Jake, Felicity
#SAIU DA FESTA






made by Lexie @  A Taberna and Aglomerado





Voltar ao Topo Ir em baixo
Roxanne Voronova

avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 04/02/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Qua Jul 05, 2017 7:03 am


Fazendo amigos




Eu estava energizada com a alegria de estar em um palco e um tanto irritada com os garotos quando decidi falar com minha nova colega de banda, o que se provou ser uma das minhas melhores ideias naquele momento, já que eu podia sentir minha loba louca para correr.
Ela não parecia desgostosa quando citei minha entrada brusca na banda o que foi totalmente um alívio para mim já que eu não sabia se tinha conquistado os demais.
Eu me senti muito confortável tocando com eles e esperava que eles também ficassem confortáveis comigo.
A menina Jane confessou que ficou surpresa mas que estava feliz que tinha dado tudo certo.
- Sim ainda bem que correu tudo bem, imaginei alguém me jogando do palco no meio do show por causa da minha entrada.
Dei risada como se fosse brincadeira, mas tinha realmente ficado com medo da humilhação pública.
Desde que fui salva por James e me tornado uma Lobisomem, eu fiquei mais cautelosa em torno das pessoas, quase como se um instinto novo tivesse sido ativado no meu cérebro.
Fui cortada de meus pensamentos quando Jane me perguntou o que eu estava achando do Instituto.
- Tudo o que eu vi agora foi tudo muito legal, mas James não me deixou muito tempo sozinha para explorar ou conhecer as pessoas direito.
Eu não queria que ela pensasse que ele fosse um louco possessivo por isso continuei. - Desde que eu quase morri e ele salvou minha vida, meu irmão tem sido um pouquinho protetor demais.
Olhei para onde James estava parado vendo o Luke ir embora e sorri. - Na verdade acho que esse é o Máximo de distância que eu fiquei dele desde que eu cheguei aqui.
Ele logo interromperia e me levaria ao dormitório, mas tudo certo. Eu já tinha jurado que faria de tudo para aliviar sua mente não correndo riscos desnecessários ou causando problemas para ele com a matilha.
- Você não é nova aqui certo? O que como uma veterana aqui você me indicaria a explorar? Eu realmente queria achar um lugar tranquilo onde pudesse organizar meus pensamentos.



♠ ♪ Post: 003 ♠
♠ Falou com: Jane ♠
♠ Citou: Luke e James ♠
♠ Ignorando os boy ♠
♠ Vestida assim
♪ Musica: I Don't Know My Name - Grace VanderWaal
Voltar ao Topo Ir em baixo
Declan Parrish

avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 28/03/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Qua Jul 05, 2017 7:08 am


Reencontrando elas

I love Sophie


Com Sophie abraçada a mim, ficava me perguntando ao Destino o que eu tinha feito de bom na minha vida para merecer que essa menina doce me amasse.
Eu não merecia Sophie, não depois das muitas vezes que eu machuquei seu coração ficando com outras garotas, me embebedando e a afastando de mim.
Ela sussurrou baixinho o quanto sentia minha falta e meu coração cantou de alegria.
Ela levantou a cabeça e encarei hipnotizado seus olhos claros antes que a boca dela colasse na minha.
Foi quando eu me perdi e a abracei mais forte tentando aprofundar o beijo.
Eu não podia mais lutar contra o que eu sentia e confesso que as palavras de Penny sobre conversarmos me deu esperança de que acharíamos uma solução para os meus problemas.
Sophie empurrou meu peito devagar e peguei a preocupação dela. Merda ela sabia que eu estava machucado e aquele olhar bonito prometia fazer tudo melhor.
Minha menina sorriu para mim travessa e minha calça se apertou muito mais do que ja estava. Porra nem mesmo minhas costelas quebradas e doendo como um inferno poderia me impedir de desejar essa mulher.
Apertando suavemente aqueles lábios doces no meu Ela sussurrou para sairmos daqui para que ela cuidasse de mim, e por mais que o pedido dela soasse pecaminoso aos meus e qualquer outros ouvidos, eu sabia que ela estava falando de cuidar de minhas feridas.
Eu queria discutir e dizer que nada além dela era necessário, mas seria perda de tempo. Ela cuidaria de mim em primeiro lugar. Ela sempre fazia.
- Vou fazer o que você quiser, amor.
E eu iria, estava cansado de estar sozinho, cansado dos casos vazios, das bebedeiras, cansado de me esconder de minhas melhores amigas no mundo e da minha irmã e estava extremamente exausto de afastar o amor da minha vida.
Sophie merecia que eu pelo menos tentasse.
- Voltamos logo Penny Bell. Tenho que matar a saudade da minha menina.
Pisquei para Penny que com aqueles olhos inteligentes e felinos sabia o que estava acontecendo. Eu amava a sagacidade e o humor negro que minha amiga carregava.
Pennelope sorriu esperta e disse que estaria nos esperando amanhã no café da manhã.
Garota esperta. Eu não devolveria Sophie para ela hoje.
Puxei Sophie para a floresta em uma parte sem trilhas e mesmo que o caminho fosse um pouco íngreme ela me acompanhou facilmente.
Uns 400 metros depois paramos em uma área mais aberta. Eu estava ofegante e dolorido do esforço, mas ainda tive forças para pegar o cantil escondido no meu bolso e arremessar para longe de mim. Eu não precisaria mais daquilo.
Virei para minha menina que tinha um sorriso orgulhoso no rosto e a agarrei de novo ignorando os protestos de meu corpo e a beijei forte.
Afastei nossos lábios só um pouco e sorri carinhoso.
- Agora que você me tem amor, o que vai fazer?
Dei outro beijo nela até que ficássemos sem folego

XXX Falou com Sophie e Penny XXX Sozinho com a Sophie XXX Vestido assim XXX
Voltar ao Topo Ir em baixo
Felicity Bohrer

avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 20/04/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Seg Jul 10, 2017 5:11 am







Entrei em choque quando ouvi a bronca que meu brigadeirinho me deu. Eu nunca aprendo. Eu deveria pensar mil vezes antes de falar, afinal já passamos por muitas coisas juntos, começamos a namorar meses depois de nos conhecermos.

Ele sempre me deu provas de que amava, quando o vi foi amor a primeira vista mas fiquei na minha, afinal não sou o tipo "padrão" da sociedade. E ele não desistiu de mim, mesmo quando achei que ele estava brincando comigo ele não desistiu.

As vezes sou uma tola.

Após meu pedido de perdão Jake respondeu:


Citação :
- Tudo bem vai... mas você precisa parar com essa mania. - A essa altura você já deveria saber o quanto te amo, e essa sua insegurança me magoa. E se quer saber... - Meu verão foi um inferno aturando as maluquices da minha vó e com saudades de você! Humf


E então complementou:


Citação :
- E você, o que fez no verão?


Meu pudinzinho ficou com muita saudade de mim e eu aqui com essa frescura.

Respondi:

- - Eu também amor! Enquanto não estava em treinamento com meu pai sobre liderança, pensava em você e no que poderia estar fazendo. E nas horas livres estava lendo. Senti muitas saudades. Vamos esquecer toda essa conversa e cutir o restante da festa juntos! Sem brigas! -

E assim ficamos juntos até a hora de nos separarmos para nossos dormitórios.


Citação :
#Tags do post
Falei com: Meu bombom


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ludmillie Sellman

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 28/02/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Seg Jul 10, 2017 11:54 am


Ludmille Sellman


Eu me sentia em paz pela primeira vez em muito tempo, e tudo isso porque eu estava nos braços de Pietro.
Não era nada fácil para mim manter a distancia e proteger meu coração quando a situação nos obriga a estarmos juntos muitas vezes e por muito tempo.
Toda vez que eu estava muito perto de Pie, eu perdia o controle, como agora mesmo que estou firmemente abraçada com ele dançando uma música lenta e revelando que eu nunca tinha dançado assim com ninguém.
Isso devia fazer a bola dele encher até quase estourar, entretanto eu estava totalmente perdida em seu abraço para me importar. Eu já estava me separando do abraço dele, quando ele me apertou mais firme me impedindo de ir longe.
Pietro escreveu:
- E como é sua primeira dança lenta...eu acho que ganho o direito de ter mais uma, para que você não se esqueça.
A banda começou uma nova canção lenta e eu estava disposta a não brigar naquele momento e aproveitar cada chance que tivesse, antes que eu tivesse que voltar a viver mentindo.
- Ótima ideia!
Suspirei e me aconcheguei mais no peito dele e fechei os olhos, foi quando reparei na letra da música. Eu estava sem folego já, e isso só piorou quando Pietro começou a cantar a música sussurrando em meu ouvido.
Sua boca tão próxima a mim e as palavras que ele me dizia intimamente, me arrepiaram. O clima e o momento fizeram com que uma bolha de felicidade se envolvesse em volta de mim, fazendo desaparecer tudo ao meu redor e deixando somente eu e Pietro.
A música abraçou, mas aquele momento foi tão intenso e poderoso que demorei a me soltar dele assim permanecemos dançando.
Depois de um curto período, a curiosidade do que encontraria no olhar dele venceu, e levantei o rosto esperando que a luz nos olhos dele me dissesse que ele também sentia aquilo, entretanto, fui recompensada com um beijo quente e intenso, tanto quanto ou mais do que o nosso primeiro.
O sabor dele de canela era irresistível, assim meu corpo me traiu novamente e fiquei na ponta dos pés abraçando seu pescoço e forçando a proximidade entre nós.
Foi quando os autofalantes explodiram em um rock antigo mais cheio de um som estridente de guitarra e nosso feitiço se quebrou.
Minha mente gritou “não faça isso” e me separei de Pietro como se estar tão perto me queimasse.
Eu estava respirando rápido demais e mesmo com todo barulho podia ouvir que a de Pie também estava.
Colocando um sorriso falso no rosto encarei Pie que tinha o olhar escuro de desejo.
- Hum, obrigada pela dança Pietro, é realmente muito gentil me convidar. Mas vou pedir para que não me beije de novo, já que sua atual namorada Alexa pode achar ruim.
Foi quando peguei pelo canto do olho uma visão que me fez feliz e revoltada ao mesmo tempo. Alexa estava beijando apaixonadamente Lawrence, quase como se não tivesse um compromisso com Pie.
- Ou ela pode não ligar visto que ela está tendo sua própria diversão.
Foi quando aquilo me bateu. Pietro me beijou só porque viu seu novo caso se agarrando com outro. Aquilo magoou mais do que qualquer outra coisa.
Eu achava que não ficar com Pietro protegeria meu coração, mas mesmo estando separados ele era capaz disso.
- Você me usou para fazer ciúmes na sua garota? Idiota.
O empurrei, logico que ele nem se moveu do lugar com isso. Eu estava ferida, cansada e profundamente magoada.
- Dá próxima vez, arrume outra Pietro, já estou cansada dos seus jogos. Eu não sou e nem vou ser nenhuma das garotas em sua enorme lista que você usa quando quer.
Eu devia nunca ter voltado a Nova Orleans e pedido transferência para Londres. Eu tinha essa opção mais voltei por causa dele, de Nika e Axel. Agora vejo que foi a pior coisa que fiz.
Virei as costas e tentei passar no meio da multidão segurando as lágrimas.

Falou: Pietro PLACE: Fogueira CLOTHES: Isso ✖ XOXO
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jane Clifford

avatar

Mensagens : 5
Data de inscrição : 06/04/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Sab Jul 15, 2017 12:29 pm

Talking about the past...


Taí, Roxanne se mostrou uma garota legal. E como a maioria de nós, chegou ao instituto depois de ter tido sérios problemas. Não é nada fácil ser sobrenatural nesse mundo cão. Lá fora eles vão nos caçar e nos matar se souberem o que somos, tenho essa sensação. Vivi um pouco disso. O instituto salvou minha vida e do meu irmão e por isso serei eternamente grata.

Conversamos um pouco sobre o show, foi bom termos nos dado tão bem musicalmente, tão instantaneamente no palco. O show foi ótimo, sem dúvidas. Ela fez uma brincadeira sobre a insegurança dela em relação a sua entrada surpresa na banda bem na hora do show e o seu medo de ser jogada do palco.

- Hahahahaha - ri com vontade da brincadeira dela - Claro que ninguém ia te jogar do palco! hahahaha - ri mais um pouco e enxuguei uma lágrima de risada - Os meninos são meio retardados, como era de se esperar, mas ninguém faria isso não - e colocando a mão ao lado da boca completei - Aqui entre nós, as pessoas aqui adoram colocar medo uma nas outras, mas no fim das contas todo mundo tem uma história mais ou menos parecida. Somos uma grande família, afinal.  

Perguntei a ela o que ela estava achando do Instituto. No fundo eu esperava que ela se sentisse tão bem quanto eu me sinto aqui. Ela me contou que havia visto pouco pois o irmão dela não havia deixado ela sozinha por muito tempo desde que a salvou. Compreendi de imediato. Talvez tivessemos mais em comum do que eu imaginava.

- Oh, eu entendo perfeitamente... eu sei também como seu irmão se sente em relação a proteger você... - falei refletindo e decidi contar por alto sobre meu amado irmão também. - Tenho um irmão mais novo sabe... também precisei salva-lo de uma situação horrível antes de virmos pra cá. É natural a gente querer proteger depois de quase perder sabe? Dá um desconto pro seu irmão. - Completei dando uma piscadinha.

Ela então me perguntou sobre algum lugar para explorar. E algum lugar tranquilo para organizar seus pensamentos. E vamos combinar qua não faltam lugares assim por aqui.

- Hum, pra falar a verdade, o que não faltam são lugares para explorar... posso te indicr alguns se você quiser. A cachoeira é o lugar mais famoso, porém meio proibido também. Às vezes eu gosto de ir lá, mas a maioria tem medo por causa das lendas que envolvem o lugar... Esse lago aqui é bem legal também quando não tem toda essa gente heheh, ah, e um lugar que eu gosto em especial é o Anfiteatro... - falei pensativa. - Já sabe onde é seu dormitório?

_________________________
Falei com Roxanne. Citei Luke, James e Oliver.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maxon King

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 28/02/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Ter Ago 01, 2017 9:59 am



Maxon King


Eu estava tentando fazer a menina se enturmar, o que seria muito mais fácil, se Noah que é mais sociável que eu não tivesse caído fora e me deixado só com essa situação.
Não é que eu seja um anti social, é que minha altura e estatura costuma assustar as pessoas, sem contar que a maioria sabe que sou um Alfa e se afastam disso rapidamente com medo da minha “ira”.
Eu sou ensinado a ser um alfa, paciente, bondoso justo e leal, infelizmente a maioria dos sobrenaturais acreditam que todos os lobisomens e principalmente seus líderes, sejam imbecis sem coração, coisa que algumas vezes eu não discordo, por exemplo meu avô. O velho era um idiota sem limites que forçou meu pai a viver a vida infeliz por supostamente ser o “melhor para a matilha”. O resultado é que meu pai me ensina tudo aquilo que ele não foi ensinado.
A pequena loira se apresentou como Kin e sorriu, ela era uma coisinha muito fofa. Ela logo explicou que tinha se atrasado então os perdidos seria uma legião. Eu ri desse fato.
- Você tem razão. Logo seremos mais.
Com curiosidade ela perguntou se era novo ali também.
- Não na verdade é meu terceiro ano. Venho para cá desde minha primeira transformação.
Olhai para ela percebi que seu nariz sangrava. Franzi o cenho e ia apontar o fato para ela quando um garoto se aproximou de nós, avisando a pequena loira do sangue e perguntando se alguém a tinha machucado. Senti o cheiro de lobo nele e percebi sua expressão me olhando desconfiada, quase como se eu tivesse machucado a menina.
Eu não gostei, e meu lobo queria rosnar para o bastardo, já o vendo como presa fraca, mas graças aos grandes ensinamentos do meu pai, consegui refrear minha raiva e manter a expressão em branco.
Fitei o chegado e meu lobo exigiu que eu deixasse claro minha posição, antes que o garoto fizesse algo que desafiasse minha posição.
- Bom, bem vindo. Sou Maxon King, herdeiro do Alfa e responsável pelos lobisomens no instituto.
Estiquei minha mão para que ele pegasse em cumprimento e esperei. Sorri esperando que minha expressão não demonstrasse o desgosto. Eu era pacífico, mas meus instintos de lobo nunca recusaram a um desafio.
- Eu estava aqui conversando com a Kin e o nariz dela começou a sangrar… sozinho, então acalme seu coração, que ninguém aqui faria mal algum a ela, eu não permitiria.
Procurei em meu cérebro, por uma informação sobre esse garoto me perguntando se eu já o conhecia ou se era novo aqui, mas não pude encontrar nada. Se ele esteve por aqui antes eu não o tinha visto.
Puxei do meu bolso um lenço azul bem passado que tinha borda minhas iniciais e estiquei para Kin.
- Aqui, use isso para estancar o sangue.
Com ela usava uma expressão mais tranquila e bondosa, pois não queria de forma alguma a machucar ou a assustar.


No meio da pista de dança. Falou com Kinessa e Chung-ho. Citou Noah e Maverick
.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pietro Lionhart

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 28/02/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Dom Ago 06, 2017 11:47 am






PIETRO

LIONHART




Eu convidei Ludmile para mais uma dança e ela se aconchegou no meu peito, parecia uma gatinha manhosa se enrolando em uma coberta e naquele momento eu senti como se o mundo estivesse em seu lugar pela primeira vez em muitos anos. Eu não resisti e a beijei, Naquele momento eu estava plenamente feliz, com ela eu tinha esperança de que eu teria algo como meus pais tiveram, somente com ela eu conseguia me imaginar casando e tendo filhos, uma família...

Eu ainda estava perdido naquele momento, sem saber que o sonho já estava se transformando em pesadelo, pois durante o beijo ela me empurrou me afastando e então surtou alegando um monte de coisas e então saiu pisando fundo.

Eu demorei a entender o que ela estava falando sobre minha namorada Alexa, de onde ela tinha tirado aquela ideia, mas então me lembrei de quando ela chegou eu e Alexa estávamos conversando e ela tinha confirmado nosso encontro. PQP! PQP EU TINHA ESTRAGADO TUDO SEM QUERER!

Eu fiz a única coisa que eu podia fazer, eu corri atrás dela, dessa vez eu me arrastaria se fosse preciso. - -MILLIE!!! - Quando eu a encontrei ela já estava na trilha para os dormitórios, eu gritei o nome dela mas ela simplesmente continuou andando, quando eu finalmente a alcancei eu a segurei pelos braços e a virei para mim.  Eu vi aqueles olhos marcados por lagrimas e isso desarmou qualquer raiva das decisões precipitadas dela. -  VOCÊ! PORRA ME OUVE... SÓ TEM VOCÊ!  O QUE POSSO FAZER PRA VOCE ACREDITAR EM MIM?       - Eu falei exasperado em desespero querendo que ela entendesse. Tive uma luz e Ainda segurando o braço dela eu a conduzi de volta para a festa literalmente a arrastando comigo.

Quando estava de volta a festa, ela ainda lutava para se afastar de mim, eu a conduzi até o palco comigo,Luke ficou olhando confuso mas eu apenas ignorei e tomei o microfone dele -   DESCULPA GENTE...o Luke vai voltar a berrar ou gemer no microfone daqui um pouco...eu só preciso que todos vocês sejam minhas testemunha por alguns segundos...      - Eu olhei para Millie, a fitando nos olhos eu disse -    eu sou apaixonado por você millie, mesmo antes do nosso primeiro beijo, na verdade sou apaixonado por você desde a primeira vez que eu te vi...e sempre impliquei com você porque eu queria chamar sua atenção pra mim. Desde que nos beijamos eu não fiquei com mais ninguém, e você pode perguntar pra qualquer um aqui. Eu sou apaixonado por você...Você é a minha garota, é só você!       - eu joguei o microfone de volta pro Luke e cheguei mais perto dela, levantando o queixo dela e fazendo com que ela me olhasse e então supliquei o desejo que meu coração gritava desde o primeiro beijo, a frase que nunca imaginei dizer pra nenhuma outra garota   – Namora comigo?          -




Citação :
jocolor Falei com: Minha musa linda LUDMILLE <3
Vestindo: to lindão ASSIM


       


Eu o bonitão irresistível me apresentando ✖ listening: SexyBack
by Justin Timberlake ✖ tks, clumsy!


Voltar ao Topo Ir em baixo
Pennelope Preston

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 25/03/2017

MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   Seg Ago 07, 2017 12:57 pm



Pennelope Preston

"É Lady Pennelope pra você! Okay?"


Ver Declan com Sophie era quase como ler um romance com cenas obscuras. A situação complicada dos dois, só os deixavam mais lindos juntos, e faria com que eles apreciassem de forma intensa o amor que sentem um pelo outro, quando tiverem passado por todos os obstáculos.

Quando os dois começaram a se beijar, bem ali, como se estivessem sozinhos e o resto do mundo não importasse, eu senti inveja, e não me orgulhava nenhum pouquinho disso.

Eu não amava Arthur, mas iria me casar com ele assim mesmo, eu sou Lady Pennelope Preston e tenho que cumprir com o que é esperado de mim, mesmo que eu viva infeliz o resto de meus milhares de anos, mesmo que eu me torne amarga e acabe ficando como meus pais, mesmo que eu nunca sequer chegasse a conhecer o amor como o que Sophie e Declan sentem um pelo outro.

Eu estava melancólica, mas nunca deixaria ninguém ver o quanto aquilo me afetava, nem mesmo meus melhores amigos, pois não queria que a nuvem cinza que eu carregava no meu coração manchasse o momento de reencontro dos dois.

Quando o casal em frente a mim se separou, percebi o olhar preocupado no rosto de minha amiga, coisa que só poderia significar uma coisa. Declan estava machucado de novo. Maldito Gustav Parrish e sua bebedeira.

Eles estavam se afastando, e Declan me avisou que estavam de volta logo. Eu amava quando ele me chamava de Penny Bell, só ele e meu irmão me chamavam assim, e eles eram junto com Sophie as pessoas mais importantes do meu mundo. Sorri já sabendo que os dois não voltariam. Minha amiga iria curar seu amado e eles passariam a noite juntos se tudo desse certo.

- Okay, vejo vocês no café da manhã.

Ao vê-los partir fiquei imaginando como seria se por um acaso eu tivesse um amor abençoado pelo Destino como o dos dois. A própria Vida o fez um para o outro e deu o dom de Sophie para tirar as dores de Declan.

Quanto a mim eu só era mensageira de más notícias, e tinha sido criada para ser solitária. Mesmo sabendo que não conheceria a felicidade no amor, estava feliz por eles. Sorrindo fechei os olhos e sussurrei um agradecimento.

- Obrigada Vida, por ter os colocado em meu caminho e me permitir pelo menos ser testemunha desse amor.

Me virei e caminhei no meio da festa sem olhar para nada especial, somente procurando o Fae que havia me chamado atenção mais cedo. O achei perto da fogueira ainda brincando com fogo, e o observei de longe. Ele realmente era muito bonito, e tinha um sorriso no rosto que parecia gritar problemas para quem o visse, o tipo de garoto que eu deveria definitivamente manter a distância, mesmo sendo os que me atraiam.

Eu queria muitíssimo me aproximar e falar com ele, não seria problema, porque aparentemente ele é um Fae, mas a fim de evitar me apegar a algo que não podia ser, suspirei resignada e fui embora em direção aos dormitórios, pronta para que o sono me tomasse e fizesse minha tristeza desaparecer por algum tempo.

Falou com Sophie, Declan e mandou a vadia vazar xxx Citou Caleb e Arthur (npc)  xxx Vestida assim xxx SAIU DA FOGUEIRA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fogueira de Boas vindas - 03 de Outubro - Noite
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
 Tópicos similares
-
» Dicas e Boas-Vindas aos Recém-Chegados
» Baile de Boas-Vindas
» Baile de Boas-Vindas (14/07)
» Copa Hoenn - Terceira Fase: Luta H9
» BOM DIA , BOA TARDE & BOA NOITE !

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Sons Of Destiny :: Área comum - Fogueira-
Ir para: