Fórum de RPG sobrenatural.
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 06 de Outubro - Tarde - Ficando louco

Ir em baixo 
AutorMensagem
Nikolai Coleman

avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 28/03/2017

MensagemAssunto: 06 de Outubro - Tarde - Ficando louco   Sex Mar 30, 2018 8:38 pm



Ficando louco

This is my fucking fault!


Eu tinha complicado minha vida. Muito.
Eu ouvi muitas e muitas vezes do meu pai, antes de ele morrer, que tínhamos sempre que respeitar tudo e a todos, e eu em um lapso de momento, acabei zombando de algo que não devia.
Melhor do que ninguém, eu deveria saber a não zombar de crenças e lendas, porque afinal de contas, eu mesmo era uma lenda vida.
A noite na cachoeira foi muito, muito estranha, mesmo eu tendo dado meu primeiro beijo em Boo Boo. O pior foi o que houve depois, as consequências do que eu fiz, e as coisas bizarras que descobri e vi.
Naquela noite, naquela bizarra e assustadora noite, eu tive um sonho muito maluco.
Eu sonhei com uma mulher. Uma linda mulher, com as longas e mais belas asas negras que eu já vi. Inconscientemente eu soube que era a Morte, por causa das milhares de histórias e lendas acerca dela, e pelo olhar que ela me dava, eu soube que ela não estava feliz.
No sonho a Morte me dizia que eu tinha sido insolente e desrespeitoso em um lugar sagrado, então eu deveria ser um de seus servos para me tornar mais crédulo, assim ela me daria a semente da morte.
Acordei justamente quando, a morte tocou minha cabeça.
Me lembro de ter acordado naquele dia e pensar UOU, que merda de sonho esquisito.
Levei a semana normalmente, indo a aulas, e tentando resolver na minha cabeça como acertar as coisas com Bonnie, e quase me esqueci do sonho e da cachoeira, isto até, eu ouvi uns alunos mais velhos me contando a história dos “fantasmas” do instituto para uns calouros como eu.
Eu não sei o que me deu, mas eu parei para ouvir, e estava tudo bem, eu estava até me divertindo como olhar de medo de alguns, quando o cara que tava contando, perguntou se tínhamos ouvido a história do guarda Ernie.
O nome me veio na hora na mente, e me lembrei do guarda que tinha nos ajudado a voltar para o dormitório. Meu sangue gelou, e eu ouvi com espanto, enquanto o garoto contava, a história do famoso guardião do instituto.
Não era possível… era… eu pensava que não.
Tentei ignorar, mas aquilo ficou na minha cabeça.
No fim de semana, Boo Boo foi trabalhar e me mandou uma mensagem para que eu fosse encontrá-la. Estava em casa com minha sobrinha, mas mesmo assim me empolguei, comprei flores, e pensei em leva-la ao cinema ou para comer. Henry me ajudou, e eu estava eufórico que aquele dia tomaria coragem para dizer pra ela como me sentia.
Isso até estar na frente do espelho terminando de arrumar o cabelo e mandando a resposta para Boo Boo no celular, e uma jovem e transparente mulher, aparecer atrás de mim, cheia de sangue, gritando “Eles estão voltando, você tem que as proteger”.
Quando a mulher sumiu, pareceu levar toda a minha energia com ela, e apaguei caindo no chão e batendo a cabeça na borda da banheira.
Acordei 4 horas depois, com Henry sentado ao lado na minha cama, me explicando que eu devia ter escorregado e batido a cabeça.
Eu sabia que não foi o que tinha acontecido. A verdade me bateu como uma parede de tijolos. Eu era mesmo um servo da morte agora, e eu tava pirando com isso.
Não fui ver Boo Boo, eu não sabia mais o que fazer. Eu tinha um problema, e ela não sabia se ela me aceitaria agora com meus novos dons.
O fantasma, apareceu mais 5 vezes após a primeira vez, com o mesmo discurso e resultado toda vez. Me afastei porque estava assustado. E se todos tivessem o mesmo problema e me odiassem. Não contei nem pra Henry sobre meus “problemas” porque ele já tinha muito para lidar, mas ele parecia desconfiado de algo pois agora me ligava todo dia.
Mas depois de um mês me escondendo, eu não podia mais aguentar a pressão, então mandei uma mensagem pra eles, com meu celular novo, pedindo para me encontrarem, no primeiro lugar que me veio em mente. O portal.
Cheguei lá me sentindo tão mal como parecia. Eu não estava mais dormindo direito, porque até a escuridão do meu quarto me apavorava, então eu tinha olheiras, não comia em dias e também não fazia a barba.
Caminhei desconfiado pela trilha, mesmo sendo de dia. Agora eu não ia mais em lugar nenhum depois que escurecia.
Segui as placas que me guiavam, até que cheguei em um grande arco de feito de árvores em uma clareira enorme. Achei um enorme tronco caído e caminhei direto até ele, me sentando. Coloquei minha cabeça entre as mãos enquanto minha perna tremia em um tique nervoso.
Eu não queria reclamar e deixar a morte mais irritada, mas estava orando para o Destino para que isso fosse só comigo e meus amigos, novos e antigos não estivessem na mesma situação que a minha, e que Mike, Liz, Aimee e Boo Boo, não me achassem um maluco.



Citou Boo, Mike, Aimee e Elizabeth, Henry e Sobrinha Emma xxx Vestido assim
♣️♣️♣️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Elizabeth Brown

avatar

Mensagens : 27
Data de inscrição : 04/02/2017

MensagemAssunto: Re: 06 de Outubro - Tarde - Ficando louco   Sex Mar 30, 2018 9:58 pm


Desde o primeiro dia no instituto, eu, Mike, Niko, Boo e Aimee formamos um grupinho. Acho que foi uma coisa mesmo instantânea mesmo. Fomos com a cara uns dos outros e pronto. Éramos praticamente todos recém chegados ali, com exceção de Aimee, que nos levou pra conhecer a cachoeira. O que não sabíamos é que dividiríamos todos uma experiência única (e um pouco assustadora também com aquele vigia-corvo e tudo mais) e que a partir daí estaríamos juntos quase sempre. O que era ótimo, pois agora eu tenho os irmãos que sempre sonhei em ter.

O fato é que nos últimos tempos o Niko andava meio estranho. Eu achei que fosse por causa da óbvia paixão dele pela Boo, que aliás só ela não enxerga, mas não quis me meter.. parece que os dois estavam perto de se acertar. Pelo menos eu acho né? Enfim, Niko andava faltando as aulas, e parecia sempre sobressaltado. E aí ele sumiu de vez. Um mês nos evitando. Eu me preocupava, como me preocupo com todos os outros do grupo. Mas tentei controlar a minha mania de tentar sempre ajudar os outros porque eu acabo me metendo demais. Respeitei a privacidade ele e confiei que quando ele estivesse pronto pra conversar sobre o que quer que seja que esteja acontecendo com ele, ele nos chamaria. E pelo Destino, parecia que eu não estava errada em ouvir minha intuição.  

Eu estava terminando minha tarefa do dia. Essa semana eu estava ajudando na cozinha, quando recebi uma mensagem dele. Não dizia muita coisa, mas ele pedia que todos nós o encontrassemos com urgência no portal. Imediatamente pedi licensa e saí da cozinha deixando o avental de lado e corri em direção à trilha que levavao ao portal.

Eu sabia exatamente onde ele ficava. O portal para a terra natal de minha mãe, a terra que sempre sonhei conhecer e nunca pude. Ia lá com frequência no meu tempo livre e ficava admirando o local, sonhando como seria Eterya. O portal está desativado, então nunca pude atravessar. Se tivesse ativo e eu atravesasse certamente teria problemas pois não resistiria à tentação. Eu sei que é tolo, mas ainda assim eu gosto de ir lá.O caminho eu conhecia como se estivesse tatuado em minha mente.

Aflita por meu amigo, pensando que talvez ele tivesse ferido, eu corri e em poucos minutos cheguei até ele. Niko estava sentado em um tronco caído, com as mãos na cabeça, tremendo. Apreensiva, fui até ele devagar, e coloquei a mão em seu ombro chamando-o da maneira mais delicada que consegui.


- Niko... você está bem? - eu esperava conseguir ajudá-lo de alguma maneira, e esperava que os outros chegassem logo, pois sabia que se Niko chamou a todos, so se acalmaria com todo mundo aqui com ele.

___________
Falou com Niko. Citou Mike, Boo e Aimee.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mike Dreyer

avatar

Mensagens : 19
Data de inscrição : 30/03/2017

MensagemAssunto: Re: 06 de Outubro - Tarde - Ficando louco   Dom Abr 08, 2018 12:49 pm

Mike Dreyer


Há alguns dias eu estava tentando pensar em como convidaria Elizabeth para o baile de Halloween. Eu nunca convidei uma garota antes e por isso estava nervoso, eu não queria falar sobre isso com minha irmã mais velha, afinal provavelmente ela iria me zuar. Eu não tinha muitos amigos mais velho, sobrou meu novo amigo Nikolai, mas há dias ele estava meio estranho, sumido para dizer a verdade.  Foi então que recebi uma mensagem dele e achei que talvez era um bom momento para conversarmos.

Porém quando cheguei no local combinado por ele, percebi que não tinha sido o único a ser chamado, Liz estava lá e ela estava com uma expressão preocupada enquanto Niko parecia desesperado.

– Oi…e ai gente...está tudo bem?         - falei parando ao lado de Liz e olhei para ela com uma expressão que perguntava mentalmente “O que aconteceu?” Eu poderia conhece-los a pouco tempo, mas tínhamos tido uma conexão quase que imediata desde o primeiro dia no Instituto, eram o meu grupo, meus amigos.



avaland ®️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aimee Lionhart

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 16/03/2017

MensagemAssunto: Re: 06 de Outubro - Tarde - Ficando louco   Sab Abr 14, 2018 7:21 pm


tem algo errado?

Os dias no Instituto estavam sendo ótimos, no final do mês ainda teria o baile de Halloween, seria errado dizer que Aimee não estava empolgada com isso, talvez dessa vez fosse com seis amigos ao invés de ir com os primos, ela não tinha certeza de "Brave" era alguém do instituto, no fundo desejava que sim e que pudesse encontrar com ele, além disso, sempre haviam as festas pela cidade.

As aulas como sempre estavam sendo ótimas, mas o grupinho que acabou se formando na festa de boas vindas estava um tanto distante, cada um ficava mais no seu canto e Aimee começou a ficar preocupada com os novos amigos, mas no fundo queria respeitar a privacidade deles, sempre que os encontrava os cumprimentava animada, e algumas vezes via a mesma empolgação vindo deles, outras nem tanto. Mas de todos que conheceu o que mais se afastou e parecia evitar a todos era Niko, por isso foi uma surpresa para a morena quando recebeu uma mensagem dele pedindo para que se encontrassem no portal.

Quando chegou ao portal Aimee podia ver que não era a única, além de Niko viu que Liz e Mike já estavam ali.

- Oi gente - ela falava assim que se aproximou - Aconteceu alguma coisa? - ela perguntava um tanto incerta olhando pra eles, percebendo que Niko parecia um tanto agitado enquanto Liz e Mike pareciam tão perdidos quanto ela, se aproximou dos dois e falou baixo - O que está acontecendo?


falou com:Liz, Niko, Mike ▴ local: Portal ▴ veste: issoeditáveleditável
Thanks Maay From TPO.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bonnie Morrigan

avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 28/04/2017

MensagemAssunto: Re: 06 de Outubro - Tarde - Ficando louco   Qua Maio 09, 2018 1:08 pm

Boo Morrigan




Quando recebi a mensagem no meu celular de Niko eu pensei em ignorar, porém percebi que não era uma mensagem só para mim, ele estava convocando nosso grupo, e isso eu não podia ignorar. Eu estava ainda muito brava com ele, magoada principalmente, tentei distrair com as meninas sempre que possível, mas ainda doía o fato dele ter me ignorado após o nosso beijo, ele não tinha ido me buscar no trabalho quando eu o chamei para conversarmos. Não podia ser normal o cara é meu melhor amigo, me beija do nada, e então desde então me ignora? Eu estou muito chateada com ele por tratar o beijo de forma banal, mas perder meu melhor amigo é o que mais machuca.  

Depois de algum tempo discutindo comigo mesma se devia ou não ir, no final mesmo atrasada ali estava eu na floresta a caminho para o portal,  quando cheguei percebi que todos já estavam presentes e com cara de preocupados. O último que encarei foi Nikolai, mas doeu olhar para ele por isso não prendi o olhar, então voltei o olhar para minhas amigas. -   O que aconteceu? Porque todo mundo com essa cara de enterro?        -


♦️ Quem: Niko, Mike, Liz e Aimee♦️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nikolai Coleman

avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 28/03/2017

MensagemAssunto: Re: 06 de Outubro - Tarde - Ficando louco   Qua Maio 09, 2018 4:36 pm



Ficando louco

This is my fucking fault!


Eu estava pirando, e quanto mais o tempo passava sem a galera aparece, mais apavorado eu ficava. Ter vindo ao portal no meio da floresta, não foi a melhor ideia que eu já tive.
Eu batia a perna nervoso, com cabeça baixa, e um medo enorme de levantar o olhar e me deparar de novo com a visão da mulher sangrenta, e no meu medo não percebi a aproximação, até que senti uma mão no meu ombro e a vaz de Liz perguntando se eu estava bem.
Tomei um susto enorme e fiquei de pé afastando o toque, olhando selvagemente na direção dela. Quase perdi as forças quando vi que era só minha amiga e eu parecia a ter a assustado também.
- Eu… eu sinto muito…
Antes que eu pudesse dizer mais alguma coisa, Mike, Aimee e Boo Boo, chegaram um após o outro me olhando com a mesmo expressão confusa, e me perguntando o que estava acontecendo.
Todos pareciam, bem… Sem olheiras, sem rosto fundo o barba sem fazer, só quem parecia um caco era eu, respondendo assim minha dúvida de que a merda só estava acontecendo comigo.
- Vocês estão bem… estão…
Perdi as forças e caí sentado de novo, um pouco aliviado, mas principalmente apavorado, com a bagunça na qual tinha me metido.
E eu chorei, pela primeira vez desde que meus pais morrerem. Eu solucei, tanto de alívio, quanto de pavor, e enquanto eu chorava como uma garotinha consegui balbuciar.
- Aquela noite… a cachoeira… morte apareceu… semente… o fantasma nos salvou… a mulher sangrando… não consigo dormir, desculpem. Me perdoem...
Eu sei que não tava fazendo sentido nenhum, mas eu não conseguia parar de chorar, eu estava desesperado, e como eu temia meus amigos agora estavam me olhando como se eu tivesse maluco, e eu nem sequer tive coragem de olhar para o rosto da Boo Boo.
Foi quando um vento frio passou por mim fazendo os pelos da minha nuca arrepiar. O meu choro ficou travado na garganta e virei minha cabeça, pegando justamente o momento em que e mulher sangrenta que vinha me atormentando surgiu no meio das árvores flutuando em nossa direção.
A fantasma parecia angustiada, mas mesmo temi por meu companheiros, tomando a frente deles e esticando meus braços para a fantasma não chegar perto deles.
Eu não sabiam se eles estavam vendo aquilo também, e se não tivessem eu era o único que podia protegê-los… eu só não sabia como.
- Fique longe deles!
Falei com a voz mais forte do que podia, fazendo com que a fantasma parasse em meu rosto com olhar triste. Ela tocou meu rosto, e senti seu toque gelado.
“Proteja-as… Eles estão chegando!”
Ouvi ela sussurrar desta vez em minha mente, e desaparecendo como fez todas as vezes anteriores.
Senti minhas forças serem sugadas, como sempre aconteciam, e procurei não desmaiar, mas foi uma luta perdida. Senti quando meus membros perderam a força, e quase em câmera lenta me senti cair.
A última coisa que pensei egoisticamente antes da escuridão me dominar foi “tomara que eles viram o fantasma, assim não vão achar que eu estou louco”.



O FANTASMA APARECEU! xxx Falou com: Boo, Mike, Aimee e Elizabeth xxx Vestido assim
♣️♣️♣️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Elizabeth Brown

avatar

Mensagens : 27
Data de inscrição : 04/02/2017

MensagemAssunto: Re: 06 de Outubro - Tarde - Ficando louco   Ter Maio 22, 2018 6:16 pm


Depois que todos nos reunimos ao redor de Niko, tudo aconteceu muito rápido. Ele estava muito nervoso, completamente agitado, de um jeito que não fazia bem pra ele mesmo. E nós, como amigos dele, sentimos o coração apertar ao ver aquela cena. Se algum de nós estava entendendo alguma coisa, nossos rostos mostraram o completamente oposto. A aflição de Niko se tornou nossa, somada ao fato de não compreendermos o que estava acontecendo.

Ele balbuciava palavras soltas que tinham algo a ver com a noite da cachoeira. Algo aconteceu com ele lá, assim como aconteceu comigo, mas parece que com ele foi alfo muito pior. De subito, ele, olhando pro nada, gritou para algém que não estava lá para ficar longe "deles". Imaginei que pudesse estar falando de nós, mas não tinha como comprovar a não ser que ele explicasse. O problema é que ele desmaiou logo em seguida e o que fiz por puro reflexo foi ir até ele acudí-lo.


- Niko! - gritei correndo pra ele e me debrudei sobre ele olhando atentamente. Senti aquele arrepio pelo corpo de antecipação do que precisava fazer. Sentindo o poder da Vida fluir por através de mim eu rezei baixinho: - Senhora Vida...permita-me ajudar novamente... permita-me tranquilizá-lo... permita-me trazer novamente a consciencia e a serenidade ao Niko...

Eu estava nervosa, com medo de não funcionar, mas a mãe Vida não me deixou falhar. Senti um calor reconfortante surgir da palma de minhas mãos e uma luz branca emanou delas acariciando suavemente Niko ainda desmaiado. Logo a luz suave envolveu Niko, como se a mãe Vida o embalasse com amor, reequilibrando-o, fazendo-o acordar lentamente.

Quando terminei me vi com as bochechas coradas olhando envergonhada para o grupo de amigos e sabia que precisava me explicar. Mordendo o lábio procurei o olhar de Mike e comecei gaguejando.

- Depois daquela noite na cachoeira eu recebi uma visita... - disse dando os ombros b]- A Senhora Vida conversou comigo, disse que me daria um dom de curar...[/b] - disse abaixando a cabeça - Eu não disse nada antes porque achei que fosse coisa da minha cabeça, e depois porque Ela me disse pra usar isso com cuidado e...

Eu tinha muitas explicações para dar e esperava que eles entendessem... Mas Niko precisava de cuidados naquele momento.

___________
Falou com Niko, Mike, Boo e Aimee.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aimee Lionhart

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 16/03/2017

MensagemAssunto: Re: 06 de Outubro - Tarde - Ficando louco   Sab Jul 14, 2018 7:37 pm


tem algo errado?

Ok, Aimee não fazia a menor ideia do que estava acontecendo, mas isso nunca a impediria de ir encontrar com os amigos pra tentar ajudar, afinal, para chamar todos assim com uma mensagem enigmática algo deveria ter acontecido, Niko ainda não havia explicado o motivo de ter chamado todo mundo e pela expressão preocupada no rosto de todos, ninguém nem fazia ideia do que estava acontecendo. Boo foi a última a chegar, e por um momento a morena ate chegou a pensar que a loirinha não viria, mas mesmo atrasada aqui estava ela.

- O que aconteceu? Porque todo mundo com essa cara de enterro? - ouvia Boo perguntar enquanto se aproximava.

- Não faço ideia Bonnie, mas acho que logo descobriremos - ela falava com um sorriso para a garota, e ela realmente esperava que descobrissem logo.

Talvez alguns minutos tenham se passado sem que ninguém percebesse naquela silêncio confuso quando Niko nos encarou e começou a balbuciar.

- Vocês estão bem… estão… - Niko começou a falar, mas nada daquilo parecia fazer sentido e o desespero na voz dele era mais assustador do que não saber que estava ali - Aquela noite… a cachoeira… morte apareceu… semente… o fantasma nos salvou… a mulher sangrando… não consigo dormir, desculpem. Me perdoem...


- Niko... - Aimee falava um tanto receosa, pelo visto algo tinha acontecido com o rapaz mas não fazia ideia do que era.

Da mesma maneira como o choro dele começou tudo parou, Niko virou o rosto para as árvores logo se aproximando e ficando na frente dos amigos com os braços esticados falado com o nada. Ao menos Aimee havia achado que era o nada no início, mas por uma fração de segundos teve a impressão de ver uma mulher na frente dele.

- Fique longe deles! - ele falou antes de cair no chão a nossa frente, e as coisas pareceram acontecer em câmera lenta, o vento que soprou agitando não só as arvores ao nosso redor como também Niko caindo no chão desmaiado.

A primeira a reagir foi Liz que se aproximou de Niko que estava caído no chão, Aimee ainda encarava o local onde achava ter visto uma mulher rapidamente tentando decidir se aquilo havia sido real ou fruto de sua imaginação.

- Niko! - foi a voz de Liz que a trouxe de volta a realidade ela falava algo baixo enquanto sua mão brilhava um pouco, e pareceu envolver Niko, depois disso Liz estava com as bochechas coradas enquanto encarava a todos.

- Depois daquela noite na cachoeira eu recebi uma visita... - ela começou a falar, mas era possível ver que ela não estava a vontade com aquilo - A Senhora Vida conversou comigo, disse que me daria um dom de curar... - ela falava quando desviou o olhar para baixo - Eu não disse nada antes porque achei que fosse coisa da minha cabeça, e depois porque Ela me disse pra usar isso com cuidado e...

- Liz... - Aimee falava enquanto se aproximava dela e tocava em seu ombro - ...não se preocupe com isso, receber uma visita da Senhora Vida e um dom dela é um grande presente... - a morena falava com um sorriso para a amiga - ...você não precisa se explicar por isso, só usar esse dom com cuidado - a morena continuava a falar com um sorriso.

- Mas acho que agora devemos cuidar do Niko - ela falou vendo que o rapaz ainda estava desmaiado e no colo da amiga.


falou com:Liz, Niko, Mike, Bonnie ▴ local: Portal ▴ veste: issoeditáveleditável
Thanks Maay From TPO.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 06 de Outubro - Tarde - Ficando louco   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
06 de Outubro - Tarde - Ficando louco
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Essa Situação está ficando complicada [Cater Please]
» Mais um membro ficando velho hoje!
» 22/02/2016 - Tarde
» Uma Louca Conversa no msn com a WebCam
» Águas turbulentas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Sons Of Destiny :: Portal-
Ir para: