Fórum de RPG sobrenatural.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 01 de Outubro - Sábado - Manhã - Residência dos Dixon

Ir em baixo 
AutorMensagem
Darius Dixon

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 09/11/2017

MensagemAssunto: 01 de Outubro - Sábado - Manhã - Residência dos Dixon   Qua Jan 31, 2018 11:38 am


O cheiro do café e das panquecas foram as primeiras sensações de Darius naquele dia. Costumava ser assim. Sua esforçada esposa tinha essa mania de acordar muito cedo para deixar mimos para ele e para a filha. Não que Darius estivesse reclamando, pois não poderia se senti mais amado, mas apenas uma vez na vida ele gostaria de conseguir levantar mais cedo que a esposa e mimá-la também. Amor com amor se paga, é o que o ex-hunter acredita de todo coração.

A segunda sensação do dia foi o perfume doce e suave da esposa. Antes mesmo que abrisse os olhos, Darius inspirou profundamente sentindo o aroma que vinha dos cabelos dela, para logo em seguida sentir o toque suave de seus lábios. Ele abriu os olhos se espreguiçando com um sorriso ao ouvir a esposa sussurrar um desejo de bom dia com a filhota. Darius quis puxar Camille para se aconchegar junto à ela um pouco mais na cama, mas ela, como sempre, se desvencilhou com uma risadinha baixa chamando ele de bobo.

Ele se deixou cair na cama de novo sorrindo ao mesmo tempo que despertava. Mas não se demorou muito na cama. Se espreguiçou algumas vezes e logo se levantou. Por mais que não conseguisse acordar tão cedo quanto a esposa, ele não gostava de se demorar muito na cama. Gostava de aproveitar o dia. Se levantou indo até o banheiro da suíte onde se olhou no espelho encarando aqueles olhos cheios de olheiras. Deu os ombros, se deu bom dia mentalmente e achou por bem tomar um banho rápido para despertar. Como aliás fazia todos os dias. Ele gostava dessa rotina. Alguns minutos depois já havia descido para a cozinha.

Preferiu deixar Kimmy dormindo mais um pouquinho. Afinal não era dia de escola e ela podia descansar. Achava crueldade acordá-la tão cedo. Se serviu de uma boa xícara de café quentinho observando o bilhetinho que Camille havia deixado para Kimmy e sorriu.

Citação :
Bom dia minha princesa, tem panquecas em formato de coração especialmente pra você! Divirta-se com o papai hoje. Te amo!!!

Tinha certeza que a filha ia amar o carinho deixado pela mãe, e tão logo o horário do almoço chegasse, iria leva-la para a cafeteria conforme o combinado.
De pé na cozinha, Darius lia o jornal do dia que pegou na varanda assim que desceu as escadas. Camille geralmente reclamava com ele por apoiar aquele "jornal sujo" no balcão da cozinha, mas era um habito que Darius não conseguia largar. Ele sempre prometia limpar o balcão depois. Último gole de café, lidas as notícias com calma, Darius começou a sentir falta da filha e achou que já era hora de ir dar pelo menos um beijinho. Eram 7:30 da manhã.

Subiu as escadas lentamente, e abriu a porta do quarto da menina sem fazer barulho. Ela parecia um anjinho dormindo. Darius ficou um pouco olhando para a filha e então foi até a persiana abrir devagarzinho a janela para deixar o sol da manhã entrar. Se aproximou e deu um beijinho na testa dela.

- Bom dia princesa, vamos acordar? Tem panquecas te esperando lá embaixo, foi difícil resistir pra deixar algumas pra você! - ele brincou como sempre dizendo que ia roubar a comida da filha.

_____
Falou com Kimmy, citou Camille
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kimberly Dixon

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 08/11/2017

MensagemAssunto: Re: 01 de Outubro - Sábado - Manhã - Residência dos Dixon   Qua Jan 31, 2018 10:21 pm

Kimberly Dixon


A nossa casa é enorme, ao menos pra mim, mamãe e papai estão acostumados a me terem correndo por ela desde sempre e é comum ver os dois correndo atrás de mim dela casa, eu nunca consegui fugir deles por muito tempo deles antes de acabar sendo pega e ganhando vários beijos, abraços ou cócegas.

Nos dias que não tinha aula a mamãe ou o papai sempre me deixavam dormir mais um pouco, eu estava sonhando que estava no parque com a mamãe e o papai, eu me mexi um pouco enquanto meu cabelo ficava um pouco bagunçado na frente do meu rosto.

Mesmo do meu quarto já dava pra sentir o cheiro da comida feita pela mamãe, não sei se todo mundo faz coisas tão gostosas assim, mas todos os dias de manhã sempre temos alguma coisa deliciosa.

- Bom dia princesa, vamos acordar? Tem panquecas te esperando lá embaixo, foi difícil resistir pra deixar algumas pra você! - ouvi a voz de papai enquanto esfregava os olhos com as mãos fechadas em punhos, estiquei os braços e senti minha mão bater na perna de papai.

- Bom dia papai - falei com um pequeno sorriso enquanto me mexia na cama e colocava a cabeça no colo dele - Mas a mamãe fez elas pra mim - falei sem perceber que fazia um pequeno bico - Porque não posso comer aqui? - perguntei ainda um tanto manhosa enquanto me sentava na cama abraçando o papai e eu podia sentir as mãos dele passando pelos meus cabelos arrumando-os.

falou: Darius citou: Camille Thanks Nanda from TPO
Voltar ao Topo Ir em baixo
Darius Dixon

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 09/11/2017

MensagemAssunto: Re: 01 de Outubro - Sábado - Manhã - Residência dos Dixon   Sab Fev 03, 2018 11:12 pm

Se tem uma coisa que Darius ama fazer é passar tempo com a filha. E implicar com ela. Só para fazê-la rir depois e não há som mais adorável que a gargaçhada da filha. Por isso, ao acordá-la, ele fingiu que quase comeu as panquecas que Camille tão carinhosamente havia deixado pra ela. Isso fez a menina protestar com um biquinho que só ela sabia fazer e que derretia o coração do pai.

Kimmy escreveu:
- Mas a mamãe fez elas pra mim

- Ah poxa, mas você não me dá nenhumazinha? - ele fez um bico imitando o bico da filha. Mas então ela perguntou porque que ela não podia comer na cama, então, Darius começou a fazer cosquinha na menina, fazendo uma voz mais grossa e engraçada. - Ora, porque se você comer aqui, vai cair farelo, e então as formigas vão vir à noite e levar você pra toca delas! Muahahahaha - ele contiou fazer cócegas até arancar gargalhadas estrondosas da menina, fazendo-a acordar de vez.

Depois de um belo ataque de cócegas Darius se pôs de pé, levantando a filha no alto de supetão, arancando mais gargalhadas de Kimmy com ela no colo ele disse.

- Já pode parar de crescer se não papai não consegue mais pegar no colo. - deu um beijo estalado no rosto da menina e a colocou de pé no chão. Depois fingiu que estava com dor nas costas e começou a andar imitando um velhinho.  - É assim que o papai vai ficar quando pegar você se você crescer muito. - e continuou andando assim mais um pouco até se jogar na cama da menina. Depois de muitas gargalhadas ele se levantou para incentivar a filha a curtir o dia.

- Então, vamos lavar esse rostinho, tomar café da manhã, assistir desenhos, e o que mais você quiser fazer, pois advinha... hoje vamos ir almoçar com a.... - ele apontou para a menina esperando a resposta dela. O fato é que ele amava passar tempo em família e sabia que a filha ia amar ir almoçar com a mamãe.
_____
Falou com Kimmy, citou Camille
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kimberly Dixon

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 08/11/2017

MensagemAssunto: Re: 01 de Outubro - Sábado - Manhã - Residência dos Dixon   Dom Fev 04, 2018 9:09 pm

Kimberly Dixon


Eu gostava de quando sonhava com a mamãe e o papai, mas era melhor ainda quando acordava com os dois ali no meu quarto mexendo nos meus cabelos ou pelo menos fazendo carinho no meu rosto, apesar de que me tirar da came nem sempre era uma tarefa fácil.

Papai havia me acordado e depois eu senti o cheiro das panquecas da mamãe, aquele cheiro era inconfundível, mas logo assim como fiquei feliz quando meu nariz reconheceu o cheiro fiquei um tanto seria quando papai disse que tinha sido difícil deixar alguma pra mim. As panquecas da mamãe eram deliciosas e era normal que papai quisesse mais, mas eu sabia que mamãe tinha feito alguma pra mim, ela sempre fazia.

- Ah poxa, mas você não me dá nenhumazinha? - vi papai me perguntar, me aproximei dele como se fosse  contar algum segredo.

- Só uma papai, porque se não a mamãe pode ficar brava por você não comer as suas e querer as minhas - falei sorrindo pra ele antes de sentir as mãos dele em minha barriga fazendo cócegas, caí na cama sem conseguir evitar as risadas que tomavam conta da casa.

- Ora, porque se você comer aqui, vai cair farelo, e então as formigas vão vir à noite e levar você pra toca delas! Muahahahaha - ele falou enquanto fazia cócegas na minha barriga.

- Mas eu sou muito grande pra caber na casa das formigas papai - eu falava com dificuldade em meio as risadas e tentava segurar as mãos do papai, em meio a esse momento de diversão havia passado despercebido para mim que minhas unhas estava um pouco diferentes, um tanto maiores e com formatos estranhos, mas estava tão concentrada em tentar segurar o braço do papai que nem havia visto que sem querer havia arranhado ele nos braços de leve com as unhas.

Eu ainda estava parando de rir e me recuperando das cócegas que o papai havia feito quanto ele me pegou de repente me levantando, me assustei pelo tempo de um piscar de olhos, depois comecei a rir alto pouco antes de papai me segurar no colo por um tempo e ficar me olhando.

- Já pode parar de crescer se não papai não consegue mais pegar no colo - ouvi ele falar enquanto me colocava de pé no chão.

- Mas você é forte papai, e consegue me carregar sim - falei cruzando os braços fazendo cara de brava e olhando pra ele que estava andando igual a um velhinho.

- É assim que o papai vai ficar quando pegar você se você crescer muito - ele falava ainda andando todo encolhido.

- Não vai não papai - falei me aproximando e cutucando ele com a ponta dos dedos tentando fazer com que ele ficasse em pé, mas logo vi ele se jogar na minha cama rindo, me joguei em cima dele e senti uma das mãos dele tentar prender meus cabelos atrás da orelha.

- Então, vamos lavar esse rostinho, tomar café da manhã, assistir desenhos, e o que mais você quiser fazer, pois advinha... hoje vamos ir almoçar com a.... - ouvi a voz de papai enquanto apontava pra mim esperando uma resposta, mas ele já tinha um pequeno sorriso nos lábios.

- Mamããeee - falei praticamente gritando e ao ver o papai concordar pulei da cama saindo rapidamente e quase caindo quando meus pés se embolaram na barra da minha camisola que tinha um desenho de dois cachorrinhos, mas antes que eu caísse senti papai me segurar - A mamãe sabe? Ou vai ser surpresa? - perguntei me levantando e olhando pra ele.

falou: Darius citou: Camille Thanks Nanda from TPO
Voltar ao Topo Ir em baixo
Darius Dixon

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 09/11/2017

MensagemAssunto: Re: 01 de Outubro - Sábado - Manhã - Residência dos Dixon   Qui Mar 29, 2018 3:28 pm

Lá estava Kimmy, a criança mais alegre já iluminando o dia do pai ao acordar. Ele brincava e fazia cosquinhas nela, como um verdadeiro pai babão. Não havia nada que Darius não fizesse pelo bem da filha, e arrancar uma gargalhada da menina sempre fazia tudo na vida valer a pena.

Só de implicância, para ver o que a filha diria, Darius pediu uma das panquecas da filha. Ela primeiro negou, mas boazinha como era logo ofereceu uma ao pai. Claro que ele não comeria, eram todas da pequena, mas implicar com a filha por causa das gostosuras que a esposa fazia era algo costumeiro dele.

Como adulto responsável da casa, mesmo sendo tão brincalhão, ele teve que negar o pedido da filha de comer as panquecas na cama. E o fez da maneira mais leve possível, incentando que as formigas iam levar ela embora pra toca delas se ela deixasse farelo cair na cama.

Kimmy escreveu:
- Mas eu sou muito grande pra caber na casa das formigas papai

- Muito grande? Coisa nenhuma, você é pequenininha do tamanho de um botão de rosa! - contradições que um pai se permite fazer. No coração dele ela sempre seria aquela garotinha pequenina, mas ao mesmo tempo ela estava crescendo e ele não queria que a filha crescesse nunca. Qual pai não deseja o mesmo, não é? Assim, ele pediu para que ela parasse de crescer, para que ele pudesse sempre carrega-la no colo.

Kimmy escreveu:
- Mas você é forte papai, e consegue me carregar sim

- Sou nada olha, sou fraquinho fraquinho... - ele fez um muque fraco de brincadeira.

Depois do ataque de cócegas que ele deu na filha, a chamou para se levantar, tomar café e aproveitar o dia, prometendo que almoçariam com Camille.

Kimmy escreveu:
- A mamãe sabe? Ou vai ser surpresa?

- Hum... - respondeu pensativo  - Saber ela sabe sim... Mas sabe o que ela não sabe? - ele disse fazendo uma careta engraçada - Ela não sabe que vamos levar uma surpresa pra ela! - Disse animado com a ideia que teve naquele momento.- Você vai fazer uma arte bem bonita pra ela, o que acha? Vamos pegar giz de cera, cola, macarrão, gliter, lapis de cor, guache... O que você quiser pra fazer um desenho bem bonito e levar pra ela! - refletiu sobre a bagunça que ia ficar e na bronca que ia levar de Camille depois ao ver glitter espalhado pela casa, mas valeria a pena.

Darius que ajudou a menina a lavar o rostinho e trocar de roupa ele se agachou de costas para a filha convidando-a para subir nas costas dele. - Vamos, papai te dá carona até lá embaixo! - disse divertido e se preparou para descer com a menina para ela se alimentar.
_____
Falou com Kimmy, citou Camille
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kimberly Dixon

avatar

Mensagens : 4
Data de inscrição : 08/11/2017

MensagemAssunto: Re: 01 de Outubro - Sábado - Manhã - Residência dos Dixon   Qui Abr 12, 2018 12:16 am

Kimberly Dixon


Eu gostava de acordar ali vendo o papai ou a mamãe, apesar de que hoje o papai começou a me fazer cócegas logo cedo e eu já sentia minha barriga doendo de tanto rir. Logo eme me falou que a mamãe tinha deixado panquecas que deviam esta muito gostosas, queria poder comer elas na cama, mas ele não deixou dizendo que as formigas me levariam, mas eu era grande pras formigas me carregarem.

- Muito grande? Coisa nenhuma, você é pequenininha do tamanho de um botão de rosa! - ele falava e sorri pra ele enquanto coçava o olho com a mão fechada.

- Mas teriam que ser MUITAS formigas pra me levar - falei olhando pra ele - Mas você e a mamãe não iam deixar... não é? - perguntei olhando pra ele, não que eu achasse que as formigas me carregariam, mas ele e a mamãe sempre disseram que nada nos separaria, isso vale pra formigas também né?!

Logo papai me pediu para parar de crescer se não ele não conseguiria me carregar, mas ele sempre me levantou com tanta facilidade, ele era forte.

- Sou nada olha, sou fraquinho fraquinho... - ele levantou o braço em um muque e imitei.

- Eu sou fraquinha papai, não o você - falei apontando pro meu braço e depois pro dele - Viu? - perguntei sorrindo.

Não demorou muito para que o papai falasse pra levantarmos que iríamos almoçar com a mamãe hoje, sorri pensando que íamos fazer surpresa pra ela e perguntei isso com um sorriso.

- Hum... - ele parou de falar por um momento- Saber ela sabe sim... Mas sabe o que ela não sabe? - ele falou me olhando.

- O que papai? Me falaaa... - falei agitada quase pulando na cama.

- Ela não sabe que vamos levar uma surpresa pra ela! - papai falava empolgado.

- Que surpresa? - eu perguntei animada sem saber o que era

- Você vai fazer uma arte bem bonita pra ela, o que acha? Vamos pegar giz de cera, cola, macarrão, gliter, lapis de cor, guache... O que você quiser pra fazer um desenho bem bonito e levar pra ela! - ele falou e seu senti o sorriso surgindo nos meus lábios.

- Eu posso fazer um desenho da gente aqui em casa - falei animada já pensando em desenhar a nossa casa no fundo a gente.

Não demorou muito tempo para que ele me ajudasse a arrumar para tomarmos café, em seguida íamos fazer a surpresa da mamãe.

- Vamos, papai te dá carona até lá embaixo! - ele parou de costas pra mim na beirada da cama, pulei nas costas dele o abraçando e passando as pernas na cintura dele.

falou: Darius citou: Camille Thanks Nanda from TPO
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 01 de Outubro - Sábado - Manhã - Residência dos Dixon   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
01 de Outubro - Sábado - Manhã - Residência dos Dixon
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Lúcifer Estrela da Manhã: Um conto de Demônio o preço do poder
» {Filler}Uma bela manhã
» Tutor na parte da manhã..
» Magazine Top Gang / Outubro 2014
» [FP] Brooke Dixon

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Sons Of Destiny :: Residência dos Dixon-
Ir para: