Fórum de RPG sobrenatural.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 19 de outubro - 03 da madrugada - Emboscada

Ir em baixo 
AutorMensagem
Tracy Ferrell

avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 25/04/2017

MensagemAssunto: 19 de outubro - 03 da madrugada - Emboscada   Qui Jan 25, 2018 2:21 am

Emboscada

Apresentação
19 de Outubro - Após as três da madrugada


Essa viagem, ou fuga, como você preferir chamar, está me deixando louca.
Meu lobo está louco para correr solto na noite, mas por causa do perigo, eu não podia simplesmente me transformar para uma corrida.
Piorava porque era lua cheia, e na matilha saímos para correr na primeira lua cheia do mês, isso até meu tio trair minha familia, matar meus pais e agora colocar uma recompensa na minha cabeça, mandando assassinos direto para mim.
A dor da traição era ruim mas ver a morte dos meus pais cada vez que eu fecho os olhos, machuca mais do que qualquer ferida que eu possa ter.
Micah não era muito bom em falar, quer dizer, falar comigo, por isso, mesmo que ele seja fiel em sua missão de me proteger, ele com toda certeza não vai me ouvir choramingando.
Estamos correndo a dias, e às últimas palavras que meu companheiro disse para mim foi um “acorda” a dois dias atrás.
Estamos viajando de dia, porque é mais fácil se esconder a vista, menos essa noite, que decidimos caminhar até chegar ao nosso destino final. O Instituto.
Já é quase três da manhã e a rua está deserta. Pegamos um caminho onde a estrada é protegida por florestas caso precisássemos correr, e pelo visto aqui também não é uma rota comum.
Micah caminha ao meu lado, mas nosso treinamento nos ensina a nos mover silenciosamente.
Estou cansada, com frio, fome e suja, mas graças a Morte estamos chegando. O silêncio parece até menos carregado, devido a realização de que a segurança está perto, e estou prestes a quebrar o silêncio e perguntar ao Micah quanto tempo mais caminhando, quando ouvimos um estalar de galho vindo a nossa direita.
Micah e eu paramos e olhamos para o local de onde o som veio, tentando enxergar o que causou a agitação, mas não vemos nada, até Micah me empurrar para trás, rosnar e cair na minha frente.
Me abaixei desesperada, esquecendo o perigo e me preocupando só com o homem que eu amo, que tive que virar para perceber a ferida causada por uma bala em seu ombro, que pelo cheiro era de prata.
Micah tinha desmaiado, mas pude sentir ainda sua respiração. Minha atenção foi tirada do meu protetor quando seis homens saíram da floresta, vindo três de cada lado da estrada e nos cercando. Eu farejei, percebendo que eram humanos, com toda a certeza mercenários.
Meu sangue ferveu, mas eu não me movi, não até que um dos homens que tinha uma cicatriz no rosto que cortava de sua sobrancelha ao pescoço, andou até a frente.
- Tracy Ferrell, estamos aqui para te levar de volta ao Texas, e temos ordens de matar o jovem no local caso você se recuse.
Antes que ele terminasse de falar, senti a dor da transformação me tomar. Eles tinham ordens de me levarem viva, assim não atiraram em mim, mas sim facas de prata para me ferir o suficiente até me pararem.
E eles me parariam se eu não fosse a porra de uma alfa que agora estava muito puta porque machucaram o meu homem.
A transformação que demora pelo menos alguns segundos, até minutos, veio como um jato e logo perdi a consciência humana me vendo atacar na forma Crinos.
O cara com a cicatriz foi o primeiro a se mover até mim com a faca, e quando ele atirou ela em minha direção pude sentir passar de raspão em um dos meus braços, mas antes que ele pudesse tomar distância me aproximei, e rasguei sua garganta com minhas garras. Foi quando nem assistir como espectadora eu pude pois apaguei de vez, eu sentia a dor de algumas feridas, mas nada mais que isso, e quando consegui recobrar a consciência, em volta de mim havia acontecido uma carnificina.
Eu estava muito ferida, mas com um esforço sobre humano, voltei a forma humana com apenas alguns trapos cheios de sangue cobrindo minha nudez.
Caí fraca, mas consegui me arrastar, até onde Micah estava desmaiado. Sacudi ele, mas parecia estar totalmente apagado.
Senti que morreríamos ali, e eu não tinha tido a chance de dizer o quão profundo eram meus sentimentos por esse tolo teimoso.
Coloquei minha cabeça no peito de Micah e comecei a chorar, ouvindo com esperança as batidas do coração dele.
- Por favor Destino, nos ajude.
Assim que terminei a oração, caí em inconsciência.

Com Micha - Muito Ferida



Voltar ao Topo Ir em baixo
Micah Galloway

avatar

Mensagens : 2
Data de inscrição : 25/04/2017

MensagemAssunto: Re: 19 de outubro - 03 da madrugada - Emboscada   Seg Jan 29, 2018 1:20 pm

Micah Galloway

Apresentação
Guardião de Tracy Ferrell




Da noite mais ansiada de Micah Galloway, veio o pesadelo. A noite do seu noivado com Tracy Ferrell,  se transformou na chacina de toda sua matilha. Ele não pode ficar e lutar pelos seus irmãos, pois a promessa de proteger Tracy era maior, ele tinha feito um juramento de sangue pro Alfa Emerson Ferrell.

Desde aquela noite eles tem fugido, tentando não deixar rastros e por isso eles não se transformavam para que ninguém pudesse senti-los. Micah estava preocupado com o bem estar de Tracy em cada segundo, mas seu foco é levá-la em segura para o Instituto Filhos do Destino e procurar Maverick King. Por isso ele não se deixava levar pelos seus sentimentos, por mais que tudo o que quisesse era abraçá-la e confortar de sua perda, mas quando fizesse isso, ele também teria que confrontar sua própria perda, e sabia que isso os deixariam fracos. Por isso ele se mantinha na missão.

Ele não costumava viajar de madrugada, mas faltava tão pouco para chegar que resolveram arriscar, talvez esse tenha sido o erro dele. Ele ouviu o movimento antes dela e se colocou a frente, e no exato momento foi baleado no ombro. A bala de prata o apagou instantaneamente e logo o veneno corria em sua corrente sanguínea.

Micah não sabe quanto tempo ficou apagado, mas quando acordou ele sentia seu lado esquerdo paralisado, ele pode ver as veias negras em ramificações do veneno da prata tomando conta do seu corpo,ele sabia que assim que ela chegasse ao coração era tarde demais.Porém a preocupação dele com sua própria vida foi colocada de lado quando ele sentiu e viu Tracy caída sobre seu peito. Forçando para ficar sentado ele apoiou o braço direito no chão e olhou para a garota em seu colo   -  Tray...Tray...Tracy ACORDA!        - ele gritou preocupado com ela, mas não adiantou sacudi-la.

Ele estava entrando em desespero com medo de perde-la, foi quando ele viu um clarão surgir próximo a eles, ele não sentiu sua fera reagir, pelo contrario foi tomado de uma paz muito grande. Foi quando ele viu o anjo iluminado de uma suave luz dourada. Asas brancas de anjo, porém etéreas. Ele viu suas formas melhor de canto de olho, mas quando virou a cabeça para fita-la de frente, ele viu a imagem borrada como em um sonho. Ele ouvia o som de musicas de harpas e sinos suave bem distante, e sentia os sentimentos de paz e benevolência o tomar, até mesmo parecia que seus ferimentos estavam sendo anestesiados.  Ele sabia quem era aquele anjo, se lembrava das historias de sua mãe   -  Senhora Vida...         - ele murmurrou com dor   -    Por favor, Por favor a ajude...ela não pode ir embora ainda.  Eu troco de lugar com ela.       - por mais que ele também estivesse machucado e com o veneno correndo em sua veia, o amor que tinha por Tracy era mais forte do que sua própria existência e sua promessa com seu Alfa era uma missão de vida.

_________________________________________
Falou com: Tracy e Vida
_________________________________________



Voltar ao Topo Ir em baixo
Vida

avatar

Mensagens : 26
Data de inscrição : 24/01/2017

MensagemAssunto: Re: 19 de outubro - 03 da madrugada - Emboscada   Ter Jan 30, 2018 5:29 pm



Amor. Amor por todos os seres e criaturas era o que a Vida tinha a oferecer. Fora o seu sopro que animou todas as criaturas, e seu amor que une cada uma dessas criaturas a ela. Amor, sua essência, sua luz.

Vida não cosntuma interferir muito no curso dos acontecimentos. Tem um respeito supremo tanto pelas obras de seu pai Destino quanto de sua irmã Morte. É preciso sabedoria imortal para manter o balanço de todas as coidas no mundo.

Mas Vida sabia que não havia ainda chegado a hora de dois de seus filhos amados. Micah e Tracy se amavam tão infinitamente que o sacrifício que tão altruisticamente fizeram um pelo outro não poderia ser em vão. Vida ouviu quando Tracy clamou ao Destino que salvasse Micah e sentiu o desespero de Micah e sua oração silenciosa para que a amada vivesse.

Com a velocidade de um pensamento e a leveza de um sonho bom, Vida foi se materializando lentamente naquela madrugada escura, atrás de Micah que segurava sua amada inconsciente nos braços. Envolveu os dois com seu bálsamo de amor incondicional, acalmando o coração do homem desesperado. E uma música suave acalentava o casal, de modo a tranquilizá-los ainda mais. Vida sorriu ao se aproximar lentamente como se caminhasse, e ao mesmo tempo seus pés etéreos não tocavam o chão.

Não era possível ver com boa definição a Vida quando se olhava para ela diretamente. Era como um borrão de luz e benevolência. Ainda assim ela sorriu e olhou com amor para o filho que murmurava por ajuda e oferecia para trocar de lugar com a amada.

Quando se agachou junto a eles, Vida sorria e sem mover os lábios fez ecoar sua voz suave como uma bela melodia na mente do rapaz à sua frente.  

"Ainda não é o seu momento de se juntar à minha irmã Morte, meu filho amado." - fez um gesto suave com as mãos "Nem o seu... nem o dela.." - a voz era suave e tranquilizadora, cheia de benevolência. Vida posicionou as mãos a cima das cabeças de Tracy e Micah, como se abençoasse ambos. Lenta e suavemente as feridas de ambos foram curadas. A bala de prata e o veneno deixaram o corpo de Micah, caindo no chão próximo de onde ele se encontrava. Curou-os completamente dando-lhes a força necessária para continuar sua jornada.

Satisfeita pela cura que havia concedido, Vida se virou olhando para o caminho que os dois deveriam seguir para ficar seguros. Com um gesto suave da mão direita, Vida fez com que uma suave névoa de luz iluminasse o caminho certo. Ela olhou novamente para o casal e fez ecoar sua voz benevolente e melodiosa na mente de Micah uma última vez.

"Siga por esse caminho e mantenha-se nele. Enquanto seguir a luz suave da névoa se manterá a salvo. Faça isso e chegará em um lugar seguro"  - com um último olhar repleto de amor, a Vida desapareceu da mesma maneira que chegou, como um sonho delicado e feliz, deixando para trás apenas o rastro de luz suave que guiava o caminho do casal.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Tracy Ferrell

avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 25/04/2017

MensagemAssunto: Re: 19 de outubro - 03 da madrugada - Emboscada   Qua Fev 14, 2018 8:18 pm

Curada

Apresentação
19 de Outubro - Após as três da madrugada


Meu corpo inteiro doía e eu estava lutando uma luta já perdida para abrir meus olhos.
Eu já não conseguia mais mover meu corpo que agora estava em estado letárgico, minha mente estava tão focada na dor que não conseguia focar em coisa nenhuma à minha volta.
Eu mal registrei que Micah se moveu sob mim, só soube que ele estava acordado por ouvir ele gritando para mim acordar.
Sempre um mandão, mas ao ouvir sua voz me deu forças para lutar com a inconsciência.
Eu queria gritar “eu estou acordada e essa porra dói” mas eu ainda não conseguia, e foi quando registrei uma sensação quente e aconchegante a minha volta, e uma outra presença.
Eu podia ouvir Micah falar, mas a sensação era tão boa que não ouvi nada até sentir algo parecido como água morna escorrendo pelo meu corpo e minhas feridas se fechando quase que automaticamente, então minha mente apagou de vez.
Acordei de repente, com medo de que estivessemos ainda em perigo, mas logo percebi que estava no colo de Micah que me carregava pela estrada, e que não estava mais machucada.
- O que?...
Então ele olhou para mim e encontrou meu olhar. Ele era lindo e não parecia que estava nada ferido. O que tinha acontecido eu não sei, mas estava grata que meu homem estava de pé. Acho que minhas preces foram ouvidas.
- Você está bem… vivo…
Não resisti e joguei meus braços sobre ele e enterrei meu rosto em seu pescoço, sentindo o cheiro dele direto da fonte pela primeira vez. Ele parou a caminhada, mas pela primeira vez desde que coloquei meus olhos nele ele não me afastou.
Ouvi um barulho de carro passando ao longe, mas ignorei porque tudo o que importava é que estava nos braços de Micah e ele estava bem.
- Você está aqui…
Eu podia sentir lágrimas querendo sair mas no fim, uma exaustão que eu nunca, nessa vida tinha sentido, caiu sobre mim e desta vez eu apaguei de vez.

Com Micah



Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 19 de outubro - 03 da madrugada - Emboscada   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
19 de outubro - 03 da madrugada - Emboscada
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Procura-se Programador de Leilão por Centavos
» Magazine Top Gang / Outubro 2014
» COMO CONVERTER UM S925 HD MINI EM TOCOMSAT DUO HD MINI
» [F1 - Shin] Emboscada?
» [Evento Especial] Sign do Mês - Setembro/Outubro - Regras

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Sons Of Destiny :: Outras Ruas-
Ir para: