Fórum de RPG sobrenatural.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 03 de setembro - Noite - Próximo ao lago

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Kirsten McMillan

avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 22/02/2017

MensagemAssunto: 03 de setembro - Noite - Próximo ao lago   Sex Jun 02, 2017 11:52 am

03 de setembro
- Noite -
Próximo ao Lago


Ação entre Leonard e Kirsten Mcmillan

Os últimos meses tem sido bem estranhos. Eu comecei a ver ou imaginar coisas, como por exemplo o meu ex-namorado que morreu em um acidente que eu provoquei.Ou então despertar um amor avassalador e que eu acho que seria proibido pois o meu amor é pelo meu primo, Leonard McMillan. Ou ainda beija-lo nas férias e saber que o sentimento é recíproco. Entendem a minha confusão agora? Pois é, voltei das férias, mas lá no fundo queria ter continuado em férias.

Na chegada ao Instituto, me senti um pouco mal pelas coisas que andava vendo, mas insistia que era desidratação. Insistiram para que fosse a enfermaria, mas eu continuava afirmando que era cansaço da viagem apenas, que ficaria bem. Então fiquei no meu quarto durante a tarde inteira. Sabia que teríamos uma festa de boas vindas, lá no lago, uma linda fogueira. Mas confesso que estava com medo. Medo de em um ambiente tão vislumbrante assim olhar nos olhos de Leonard e me entregar em seus braços. Eu gosto dele a muito tempo, mesmo quando estava com Robert, meu ex, eu já sentia algo pelo Leonard. Mas ele é meu primo, e ele e Law viviam nas festas, rodeados de garotas, e eu, xi, nem imaginaria que pudesse ser notada como uma mulher por quem Leo sentiria algo. Então, recolhi meu sentimento e estava com Bob. Ele morria de ciúmes de Leo e do Law também, era inseguro. E a tragédia aconteceu.

Você não me ama, nunca me amou, abre os olhos Kirsten! , um flashback passa pela minha cabeça, e essa foi umas das frases de Robert durante nossa briga no carro antes de capotarmos.

Acordei de mais um pesadelo, durante meu repouso a tarde, e resolvi que não ficaria ali trancada naquele dormitório. Então, tomei um banho, coloquei um vestido preto, com saia rodada, uma jaqueta de couro, arrumei meus cabelos, deixando-os soltos e sai do dormitório, decidida a me divertir essa noite.

Quando sai do prédio principal, a noite era iluminada pelas estrelas, e ao norte era possível ver a iluminação da fogueira, o barulho da festa, e um lindo caminho com tochas indicando caminho a seguir. Dei meus primeiros passos, já era um pouco tarde da noite, a maioria dos alunos estavam já na festa. Conforme dei mais alguns passos, olhei pro céu, que estava todo estrelado, e ao olhar novamente para o caminho a seguir, vi Leonard andando apressado. Sua expressão era séria, ele olhava para o chão, e pisava firme. Parei imediatamente, alguns metros dele. Meu coração acelerou, senti borboletas no meu estomago, meu rosto corou.

- Leo?! - perguntei com uma voz doce, um pouco rouca, e preocupada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leonard Mcmillan

avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 02/03/2017

MensagemAssunto: Re: 03 de setembro - Noite - Próximo ao lago   Sex Jun 02, 2017 3:18 pm





Leonard Mcmillan


"O Reencontro"



Eu sai da festa da fogueira apressado, apenas com um turbilhao de coisas na cabeça. porque tudo tem que ser tao complicado? Eu tinha que ter sentimentos justamente pela minha prima? Enquanto olho o caminho de pedras eu começo a pensar na noite que tudo aconteceu. Foi poucas semanas após meu namoro terminar, a ideia de viajar com meu irmão e minha prima parecia ter sido uma boa ideia para esquecer as coisas e seguir em frente, afinal não era um relacionamento que eu via futuro e não queria magoar ninguém...apos algumas semanas eu já estava totalmente bem, afinal estava com as duas pessoas que mais amava no mundo.  

Tudo ia bem até que durante um luau eu e Kiki ficamos sentados longe da multidão na beira da praia conversando e dando fim a uma garrafa de tequila, eu não lembro as palavras exatas daquele momento, mas consigo lembrar com nitidez de eu a fitar, olhando-a nos fundos dos olhos e depois para seus lábios, estávamos muito próximos e então eu não resisti e a beijei.  Os minutos que se seguiram foram os mais perfeitos da minha vida, nos beijamos e finalmente eu tive coragem de contar os sentimentos contidos desde os 13 anos.  Nos beijamos novamente e o que aconteceu? No minuto seguinte ela me empurrou e saiu correndo chorando.

Estava perdido em pensamentos quando ouvi a voz de Kiki me chamando, olhei para a frente no meu caminho e ali estava ela, linda e deslumbrante como sempre. -      Oi          - eu falei ao desfazer a distancia entre nós. Eu sabia que ela não tinha indagado meu nome por não saber se era eu ou Lawrence, após minha mae e avó, Kiki era a pessoa que mais conseguia nos diferenciar, mas percebi que seu tom era de surpresa. -   Eu estava indo te procurar.             - confessei ao parar em frente dela. Nesse momento eu queria perguntar porque ela não atendia minhas ligações ou respondia minhas mensagens no whatsapp, mas eu sabia que fazer isso apenas a afastaria e eu tinha outra preocupação em mente além do meu ego. -      Você está bem?  Lawrence ouviu de alguém que você tinha passado mal no discurso de abertura. O que aconteceu?       - minha preocupação era genuína e notável em minha voz.  




Citação :
#Tags
Falei com: KiKi
Citei: Lawrence


Voltar ao Topo Ir em baixo
Kirsten McMillan

avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 22/02/2017

MensagemAssunto: Re: 03 de setembro - Noite - Próximo ao lago   Seg Jun 05, 2017 4:36 pm


"Você pula, eu pulo, Jack..."

Leonard e eu éramos muito amigos, na verdade éramos um trio muito unido: eu, Leo e Law. Crescemos cercados de muito amor e carinho. Morávamos em casas uma ao lado da outra, onde a minha janela do quarto dava de frente com a janela dos meninos. Mas não havia nada de pervertido em nosso relacionamento. Na verdade eles me viam sair pela janela do quarto, e descer uma escada lateral de madeira quando saia para namorar escondido. E vice versa, não se engane com os irmãos McMillan, eles já aprontaram muito.

Acontece que o sentimento por Leo mudou. Eles são gêmeos idênticos, mas eu sei diferencia-los, assim como a Madison também sabe (nossa avó) e me ensinou o macete. Law é como um irmão, mas Leo foi além. E quando nos beijamos nas férias tudo ficou diferente. Era como se uma cortina se abrisse com uma nova realidade. Eu já não o via com os mesmo olhos.

Leo?!, perguntei assim que cruzei com ele pela estradinha caminho entre os prédios e o lago. Ele tinha uma expressão preocupada e olhava para baixo. Quando ouviu a minha vez e olhou em minha direção, meu coração novamente disparou.

Oi!, ele me respondeu, e deu alguns passos em minha direção. Eu conseguia ver além dos olhos de Leonard, ele estava mesmo preocupado. Só não imaginava que era comigo. O meu mal estar ja tinha se espalhado pelo instituto, como fumaça. E o que nesse lugar se mantém em segredo? Ah, os segredos, esse era o maior desafio.

"Eu estava indo te procurar... "ele parou a minha frente. Era um pouco mais alto do que eu. Eu tive vontade de abraça-lo, mas me contive. Mesmo segurando as emoções que nesse momento eram mais fortes do que eu.

- Estava? O que houve? - perguntei. Ele então explicou:  "Você está bem?  Lawrence ouviu de alguém que você tinha passado mal no discurso de abertura. O que aconteceu?"

"Law-boca-aberta", só podia ser mesmo o Law. Tentei manter a mesma expressão de antes, para que ele não se preocupasse ainda mais. Os eventos que aconteciam comigo nos últimos meses de ter alucinações com Bob eu não tinha contado a ninguém, nem a Madison, meus pais, ao Law e ao Leo. Eles se preocupariam, e já passaram tempo demais se preocupando comigo desde o acidente. Gente, eu só queria ter uma vida normal. Respirei fundo e tentei ser ao máximo convincente.

- Foi só um mal estar, estava muito calor e acho que minha pressão baixou, mas nada demais. Não precisava se preocupar... não precisa se preocupar comigo, estou bem mesmo... - não queria que ele se preocupasse. Enquanto terminava de falar, dei um passo para trás, quando na verdade tinha vontade mesmo de dar um passo para frente, indo mais perto ainda dele. Nesse mesmo momento meu maior medo era Leo falar que queria conversar sobre o que aconteceu nas férias e pior ainda, dizer que foi o maior erro que ele cometeu. Iria doer, e não sei se estava preparada para isso. Apesar de ser errado estar apaixonada pelo meu primo. Ajeitei o cabelo, desviando o olhar fixo que Leonard mantinha em mim (ele sabia me ler também), e fixei o olhar por cima do ombro dele, lá na fogueira. - E como esta a festa? Tem muita gente? Vi vários rostos novos na multidão de manhã, isso é bom... não é? - sorri, descaradamente tentei mudar de assunto, e voltei a fita-lo. A meia luz dos archotes deixava tudo mais tentador no momento. - Alias, você está muito bonito... - dei um sorriso meio e um elogio sincero para ele. "Céus, o que eu faço?", pensava, afinal de contas eu estava cansada de fugir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leonard Mcmillan

avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 02/03/2017

MensagemAssunto: Re: 03 de setembro - Noite - Próximo ao lago   Ter Jun 27, 2017 11:58 am





Leonard Mcmillan


"O Reencontro"




Quando finalmente encontrei com Kirsten eu senti um peso saindo das minhas costas, tirando a preocupação que estava com ela, afinal se ela estava indo para a festa estava melhor, mas ainda assim perguntei como ela estava e aguardei sua resposta, analisando sua expressão. Quando ela deu dois passos para trás aquilo me magoou mais do que o silêncio dela ou todas ligações não atendidas, pois normalmente ela corria para meu abraço e não fugir dele.

Ela respondeu que tinha sido um mal estar e que eu não precisava me preocupar com ela, logo em seguida mudou o foco falando sobre a festa que acontecia há alguns metros de distância.

Eu me aproximei dela desfazendo a distancia me fazendo sentir o perfume dela, que como eu tinha descoberto era meu cheiro preferido em todo mundo -   Eu sempre vou me preocupar com você...       - quando ela sorriu e disse que eu estava bonito era tudo o que eu precisava para desfazer o resto da distancia o suficiente para pegar a mão dela e entrelaçar em meus dedos, ela não conseguiria correr de mim dessa vez   -  Obrigado...e você está sempre bonita        - falei com um sorriso cheio de malicia, pois naquele momento eu olhava para os lábios dela e lembrava do nosso beijo nas férias.

Eu levei a mão dela para trás das minhas costas fazendo com que o corpo dela se aproximasse ao meu, tão perto para um abraço   -  Eu senti sua falta...        - Havia tanto que eu queria fazer naquele momento, queria repetir aquele beijo que ainda mexia comigo, queria dizer a ela tudo o que estava sentindo, mas ao invés disso eu falei   -   eu tentei falar com você nas ferias, mas você me evitou...nós precisamos conversar sobre o que aconteceu...       -




Citação :
#Tags
Falei com: KiKi
Citei: Lawrence


Voltar ao Topo Ir em baixo
Kirsten McMillan

avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 22/02/2017

MensagemAssunto: Re: 03 de setembro - Noite - Próximo ao lago   Dom Set 17, 2017 10:57 am


Um amor que parecia proibido. Um amor nascido com os anos, com a convivência, a confidência. Ele veio aos poucos até tomar o coração da jovem Kirsten. Por quem era esse amor? Pelo seu primo, Leonard. Como eram família as coisas seriam um pouco mais complicadas, e o beijo... ah, o famoso beijo... esse não foi esquecido, esse era quem alimentava ainda mais os sentimentos da jovem. Enfim, lá estavam eles novamente, frente a frente, e a cada palavra que Leonard mais Kiki sentia aquele frio na barriga, um arrepio, uma vontade de sair correndo em direção aos braços dele. Mas tentou se conter.

Kirsten tentou manter uma distância "segura" entre ela e Leo. Mas Leonard se aproximava, com seu encanto, aquele olhar que Kiki tanto amava, e as palavras certas, como sempre. Ele então se aproximou mais e mais, até chegar perto o suficiente da garota. Kiki permanecia imóvel, a não ser o seu coração que acelerava a cada instante que sentia a mão de Leo nas suas costas, os aproximando mais.

" - Eu senti a sua falta! " - disse ele. Kirsten levantou o olhar, fixando-o nos olhos de Leo. Os olhares, por um breve instante falaram mais do que mil palavras. Era como se o mundo parasse, e naqueles instante restasse apenas Leonard e Kirsten. O coração disparado, Kiki não sentia suas pernas tamanha emoção que sentia naquele momento. Leonard então completou: "eu tentei falar com você nas ferias, mas você me evitou...nós precisamos conversar sobre o que aconteceu...".

- Sim, precisamos! - respondeu delicadamente Kiki, ainda olhando-o nos olhos. Mas as palavras não conseguiriam expressar o sentimento naquele momento. Sem pensar, Kirsten ainda olhando Leonard nos olhos, se aproximou, seus lábios se aproximaram até se tocarem, e Kiki passar os braços envolta do pescoço de Leo e se entregar a um beijo.

Complicado? Sim, era e seria bem complicado. Não tem como explicar o amor. Kirsten apenas se entregou ao momento, sentimento o corpo de Leonard junto com o seu, seus lábios se beijando com um beijo apaixonado. Nem sequer pensou que alguém poderia os ver, falar, ou qualquer coisa. Diante de todas as coisas que ela passou naquele dia e nos dias anteriores, ela só queria estar com ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leonard Mcmillan

avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 02/03/2017

MensagemAssunto: Re: 03 de setembro - Noite - Próximo ao lago   Sex Set 29, 2017 11:22 am





Leonard Mcmillan


"O Reencontro"



Quando eu a trouxe junto de mim e confessei que havia sentido falta dela e queria conversar sobre o que tinha acontecido nas ferias, por alguns instantes pensei que ela iria me empurrar e fugir novamente.  Porém quando ela me olhou nos olhos, eu percebi que ela não iria fugir, ela então se aproximou e colou os labios aos meus.

Eu não a deixei sem resposta, quando ela procurou meu beijo, entrelacei meus braços em sua cintura a puxando mais firme junto a mim, enquanto a mão direita foi até sua nuca, acariciando enquanto a beijava.

Já havia tido outras garotas, relacionamentos de uma noite assim como namoros sérios, porém nenhuma delas me fez sentir tantas coisas como Kirsten fazia, era além do desejo fisico, era além do que ela fazia meu corpo sentir, era o coração batendo descompassado e os pensamentos de que eu estava em meu lugar.

-   Ok podemos falar sobre isso depois.       - sussurrei enquanto nossos labios davam uma minima pausa para respirar, mas logo retornei a beija-la, não queria que ela pensasse em nada além de estar aqui comigo.  Enquanto a beijava eu dei alguns passos para frente, fazendo com que ela andasse para trás e parasse encostada em uma arvore

Não sei quanto tempo permanecemos ali, ouvimos ao longe o crocitar de um corvo, mas naquele momento nem lembrei das antigas lendas do instituto sobre um guarda-fantasmacorvo.

A única coisa que eu pensava era que qualquer distancia era muita e por isso colei meu corpo junto ao dela, mesmo sabendo que naquele momento eu estava tão excitado quanto um garoto de 14 anos e que como estávamos ao ceu aberto em um lugar próximo a trilha do lago, onde alguém poderia nos ver, por isso não podia ir além dos beijos...e ah o beijo dela tinha gosto de amoras bem docinhas,e esse com certeza seria o meu novo sabor favorito, passando a vez de chocolate.

Eu não estava pensando em nada além daquela pequena bolha de sentimentos, tesão e felicidade, mas quando ouvi o som de galhos se quebrando no escuro precisei voltar a realidade e me afastei um pouco procurando a origem do som   - Quem está ai?!         -  não estava preocupado realmente que fossemos pegos pois naquele momento não conseguia racionalizar direito, mas fiquei preocupado com algum monstro, um ataque...por alguns instantes me esquecendo que o instituto tem suas terras protegidas e em tese é um lugar seguro, mas quando se vive no mundo humano boa parte, é normal estar atento a ataques de clãs inimigos e até mesmo de ferais.


Citação :
#Tags
Falei com: KiKi
Citei: Lawrence
OBS: Eles estão sendo observados...por quem será?!


Voltar ao Topo Ir em baixo
Gabriel Maurer

avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 29/09/2017

MensagemAssunto: Re: 03 de setembro - Noite - Próximo ao lago   Qui Out 05, 2017 11:46 pm


O que temos
para hoje?

Uma pequena extorsão
Eu estava em uma das milhares e diversas trilhas que dava ao lago procurando um lugar perfeito para colocar minha nova armadilha com cordas, e que também tivesse um ótimo esconderijo para que eu pudesse aguardar e filmar a cena, para que pudesse rir enquanto assistia com meus irmãos mais tarde.

Eu adorava esse tipo de armadilha, e eu realmente era muito bom em fazê-las. Outra coisa que eu adoro muito são efeitos especiais, e graças a milhares de aulas no youtube eu tinha me transformado em um mestre no assunto.

A esta altura da noite, a maior parte dos alunos, menos os nerds é claro, está na beira do lago curtindo uma festa daquelas, mas como aquela que não deve ser nomeada vulgo mamãe sempre diz, eu não sou todo mundo, e depois de passar o verão inteiro aqui no instituto uma festa para socializar era a última coisa que eu iria querer, assim deixei que meus irmãos fossem aprontar por lá, enquanto eu andava por aí no escuro aprontando algumas.

Sem contar que tive que esperar que eles saíssem para ir até o apartamento da Ella lhe entregar os vestidos que tinha comprado escondido aquela semana para ela. Eu esperava que ela gostasse. Eu não achava justo que aquela que não deve ser nomeada gastasse o dinheiro que pertence a minha meia irmã, com seus luxos e não enviasse nenhum a ela.

Sorte que o pai de Ella foi esperto, e deixou para ela e cada um de nós, um grande fundo fiduciário, que só podia ser acessado por nós aos 21 anos, mas enquanto isso nós gêmeos tínhamos que viver com as esmolas que aquela mulher manda e Ella nem com isso vive.

Assim sempre que podia eu guardava dinheiro e cobrava para fazer algumas pegadinhas afim de compras as coisas que minha meia irmã necessitava. Obviamente ela era um saco e sempre tinha uma briga pra ela aceitar as coisas, mas no fim o seu charme natural a convencia a ficar com as coisas.

Por causa da discussão de hoje com Ella que demorou mais do que o esperado, eu estava um bocado atrasado para montar a armadilha.

Eu andava silenciosamente pela mata, próximo a trilha quando vi algo que obviamente ninguém deveria ver. Leonard Mcmillan e sua prima estavam aos beijos no escuro. Óbvio que eu sabia que era Léo pelo cheiro de sândalo e bom moço que emanava dele. Lawrence tinha cheiro picante e um pouco selvagem. Não que eu queira saber como cheiram os homens, mas cá pra nós, o meu olfato shifter capita sem querer essas coisas.

Pensei um pouco sobre o que faria e me aproximei ligando a câmera e filmando aquele momento romântico (eca). Quando um plano que beneficiaria a mim e meus irmãos surgiu, não contive minha risada, alertando os pombinhos de minha presença.

Leonard escreveu:
- Quem está ai?!

O garoto tomou uma postura defensiva em frente a garota, que fez minha hiena e eu rir em desafio. Deixei que meus olhos se transformassem e brilhassem amarelos mostrando ao casal minha posição e com um passo de predador andei até que estivesse fora da mata.

- Ora, ora… Que lindo casal… - Dei mais uma de minhas risadas sonoras - Imagino que não estão se assumindo publicamente né? - A cara de choque deles e o suspiro da mocinha me indicaram que eu estava certo - Hum… imagino que não… mas não se preocupem que eu não vou dizer nada, obviamente por um valor justo.

Já estava pensando que finalmente compraria um celular para Ella, já que me irritava muito o fato dela não ter um, e mesmo que meus irmãos fossem a forra comigo por causa disso valeria totalmente a pena.

- Por agora vou deixar vocês, cientes de que eu filmei tudinho. Vamos ver quanto vai valer essa filmagem depois que meus irmãos a verem. Assim os vejo no café da manhã para falar sobre nossa proposta. Sugiro que voltem aos dormitórios por hoje já que faltam apenas 30 minutos para o toque de recolher, e vocês não querem ser pegos certo?

Sem dizer mais nada virei me transformando, correndo mata adentro e rasgando mais roupas no processo. Eu precisava sair de lá antes que os dois se recuperassem do choque e me pegasse com algum feitiço. Nunca confie nos bruxos.

Eu não precisava aprontar mais nada, a minha má ação da noite já tinha sido feita. Dando risada como nunca cheguei ao dormitório onde caí no sono satisfeito comigo mesmo. Amanhã eu compartilharia as novas com George e Grace.


Falou com Leonard e Kiki - Citou Ella, Grace e George.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 03 de setembro - Noite - Próximo ao lago   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
03 de setembro - Noite - Próximo ao lago
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» (Capitulo 3) - Quem será o próximo adversário ?
» Boa Noite Gente bonita! Chega mais ai!
» Aumentando Level Máximo
» Capítulo 2 - Uma Noite na Taverna
» BOM DIA , BOA TARDE & BOA NOITE !

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Sons Of Destiny :: Área comum - Fogueira-
Ir para: